SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue2BURNOUT IN ELITE TENNIS PLAYERS OF DIFFERENT JUNIOR CATEGORIESBRAZILIAN VERSION (ACSI-28BR) OF ATHLETIC COPING SKILLS INVENTORY-28 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692On-line version ISSN 1806-9940

Abstract

SARDELI, Amanda Veiga et al. EXERCÍCIO RESISTIDO COM BAIXA CARGA MELHORA A FUNÇÃO COGNITIVA EM IDOSOS. Rev Bras Med Esporte [online]. 2018, vol.24, n.2, pp.125-129. ISSN 1806-9940.  http://dx.doi.org/10.1590/1517-869220182402179200.

Introdução:

O treinamento com exercício resistido (ER) é amplamente recomendado para aumento de força e massa muscular em idosos. O ER também é um possível estímulo para melhorar funções cognitivas (FC), mas o melhor protocolo para esse fim não é conhecido.

Objetivo:

Comparar os efeitos de diferentes protocolos de ER sobre a FC de um mesmo grupo de indivíduos.

Métodos:

Vinte e quarto idosos foram randomizados (cross-over) em grupo controle (CON) e grupos protocolos de ER para membros inferiores com carga alta (CA - 80% 1RM), carga baixa (CB - 30% 1RM) e carga baixa com restrição de fluxo sanguíneo (CB-RFS - 30% 1RM e 50% RFS). Para a avaliação de FC, os participantes realizaram o teste de Stroop antes e depois de cada protocolo de ER.

Resultados:

A redução do tempo de resposta para o estímulo neutro de Stroop foi maior após o CB (tamanho de efeito [TE] = -0,92) comparado ao CON (TE = -0,18) e CA (TE = -0,03), mas não foi diferente de CB-RFS (TE = -0,24). A redução do tempo de resposta foi associada à redução da modulação parassimpática e ao aumento de débito cardíaco em todos os protocolos.

Conclusões:

CB foi o protocolo de ER mais eficiente para aumentar a FC em idosos e identificou-se um efeito benéfico em potencial do CB-RFS sobre a FC (não significante). Desta forma, o exercício resistido de CB parece estimular a melhora aguda da função cognitiva em idosos saudáveis, provavelmente devido à alteração ideal da modulação autonômica induzida pelo exercício. Nível de Evidência I; Estudos Terapêuticos - Investigação dos resultados do tratamento.

Keywords : Idosos; Cognição; Terapia por exercício; Promoção da saúde.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )