SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue2Antirretroviral therapy effect in the intima-medio complex and ankle-brachial index in patients infected by HIVControversies in the diagnosis and treatment of deep vein thrombosis for vascular ultrasound author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Jornal Vascular Brasileiro

Print version ISSN 1677-5449

Abstract

XAVIER-VIDAL, Ricardo. Inibição da síntese do óxido nítrico durante quatro dias induz anormalidades vasculares e áreas de infarto miocárdico, porém, não induz hipertensão arterial significativa. J. vasc. bras. [online]. 2012, vol.11, n.2, pp.132-136. ISSN 1677-5449.  http://dx.doi.org/10.1590/S1677-54492012000200010.

CONTEXTO: O óxido nítrico é um fator de relaxamento vascular e, pelo menos em certos casos, é a principal causa de hipertensão arterial no ser humano. A hipertensão arterial é um importante fator de risco de doenças cardiovasculares. No Brasil, as doenças cardiovasculares são a primeira causa de mortalidade, representando cerca de 30% do total de óbitos. O L-NAME (Nω-nitro-arginina-metil-éster, Sigma Chemical, St. Louis) bloqueia a síntese do óxido nítrico necessária para a manutenção da pressão arterial normal. OBJETIVO: Estudar as lesões miocárdicas ocorridas por razão da inibição da síntese do óxido nítrico durante quatro dias (por meio da administração oral de L-NAME em concentração de 75 mgs versus 100 mL-1). MÉTODOS:Quatorze ratos Wistar jovens normotensos adultos foram submetidos durante quatro dias ao L-NAME. Seis foram utilizados como Grupo Controle. Aos quatro dias de experimento, os animais foram anestesiados, pesados, os tórax foram abertos e a cardiomiotomia foi efetuada. Os corações foram pesados, fixados e processados usando métodos de rotina e cortados em 3 µm de espessura e corados. RESULTADOS: As anormalidades foram observadas nas paredes arteriais de vasos de todos os calibres, como, por exemplo, o aumento da parede arterial relacionada principalmente à proliferação das células musculares lisas dos animais submetidos ao bloqueio do óxido nítrico. Também foi identificada proliferação das células da túnica íntima e seu espessamento nos vasos arteriais de pequeno calibre (arteríolas). Áreas de infarto estavam presentes. CONCLUSÕES: Os resultados sugerem que a inibição do óxido nítrico durante quatro dias induz anormalidades vasculares e áreas de infarto do miocárdio, contudo, não induz hipertensão arterial.

Keywords : óxido nítrico; L-NAME; hipertensão; cardiopatia; coração.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License