SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.5 número3Instinto e razão na natureza humana, segundo Hume e DarwinReflexões sobre a imbricação entre ciência, tecnologia e sociedade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Scientiae Studia

versão impressa ISSN 1678-3166

Resumo

GARCIA, José Luís. Sobre as origens da crítica da tecnologia na teoria social: Georg Simmel e a autonomia da tecnologia. Sci. stud. [online]. 2007, vol.5, n.3, pp.287-336. ISSN 1678-3166.  https://doi.org/10.1590/S1678-31662007000300003.

No pensamento de Georg Simmel deparamo-nos com uma atenção específica e completamente antecipatória, ainda que embrionária, do tema da ciência e da tecnologia modernas na sociedade industrial e metropolitana. No âmbito da teoria social e das humanidades, este fato coloca-o entre os pioneiros da reflexão neste campo. Esta constatação, porém, não foi ainda reconhecida nem submetida à análise profunda pela atual e influente corrente de estudos sociais sobre a tecnologia ou pelo ramo filosófico que se tem dedicado, nas últimas décadas, a sua interrogação e meditação. Este ensaio é composto por quatro partes principais: na primeira parte, apresenta-se sumariamente o contexto do pensamento sociológico sobre a tecnologia no tempo de Simmel, de forma a sustentar o seu pioneirismo nessa área; na segunda, desenvolve-se a conexão entre os elementos essenciais da sua proposta epistemológica para a apreensão da realidade social e a forma como, através do exemplo do dinheiro, compreendeu a mediação via objetos ou artefatos; na terceira, revela-se a sua compreensão do fenômeno tecnológico como sistema cultural; na última parte, reconstitui-se o seu Zeitdiagnostik e a argumentação precoce em favor da tese da autonomização da tecnologia.

Palavras-chave : Tecnização interior; Simmel; Tecnologia; Cultura; Desvio factício; Heterogonia dos fins; Meios e fins; Modernidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons