SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número4Style of reasoning and technical-cultural capillary action in the Chemistry of 18th centuryFrom the mystery of ice ages to abrupt climate change índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Scientiae Studia

versión impresa ISSN 1678-3166versión On-line ISSN 2316-8994

Resumen

CARVALHO, Vitor ORQUIZA DE  y  MONZANI, Luiz Roberto. Sobre as origens da concepção freudiana de ciências da natureza. Sci. stud. [online]. 2015, vol.13, n.4, pp.781-809. ISSN 2316-8994.  https://doi.org/10.1590/S1678-31662015000400004.

O artigo examina algumas influências teóricas de Freud para recuperar os valores epistemológicos que subjazem à composição de sua concepção de ciência da natureza. Se, por um lado, Freud teve acesso ao pensamento de autores específicos (Brücke e Helmholtz, dentre outros) que participaram efetivamente dos caminhos percorridos pela psicologia em sua reivindicação de uma identidade científica, por meio de entrelaçamentos com a física e a fisiologia, por outro lado, ele também teve contato com certos filósofos (Brentano e Stuart Mill) que lhe permitiram uma aproximação a alguns defensores da cientificidade da psicologia que não abandonam o naturalismo, nem recorrem ao solo fisiológico. Nossa avaliação histórica constituiu-se como uma defesa de que Freud sofreu diversas influências no tocante ao status da psicologia no campo das ciências da natureza. A pluralidade dessas influências evoca uma necessidade de abertura para a avaliação do modo pelo qual podemos colocar em perspectiva a epistemologia e a concepção do naturalismo de Freud.

Palabras clave : Freud; Ciências naturais; Epistemologia; Psicanálise.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )