SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número3Existe diferença morfológica entre músculos branquioméricos e somíticos submetidos ao consumo de alcool? Um estudo experimental em ratos (Rattus norvegicus)As razões para indicação de tratamento precoce em pacientes de classe II índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Journal of Applied Oral Science

versão impressa ISSN 1678-7757versão On-line ISSN 1678-7765

Resumo

GUSHI, Lívia Litsue et al. Cárie dentária entre os adolescentes e sua relação com as variáveis sócio-econômicas. J. Appl. Oral Sci. [online]. 2005, vol.13, n.3, pp.305-311. ISSN 1678-7765.  https://doi.org/10.1590/S1678-77572005000300019.

A cárie dentária tem origem multifatorial e dentro desta multifatoriedade estão as variáveis sócio-econômicas e as de acesso a serviços odontológicos que foram abordadas no levantamento nacional realizado em 2002. O objetivo deste estudo foi conhecer os fatores sócio-econômicos e de acesso aos serviços odontológicos associados com a prevalência e severidade da cárie dentária entre adolescentes no Estado de São Paulo. O delineamento do estudo foi do tipo transversal, onde foram analisados os dados de 1825 adolescentes entre 15 e 19 anos de idade, obtidos a partir do levantamento epidemiológico em saúde bucal, realizado no Estado de São Paulo, em 2002, que incluiu exames epidemiológicos e entrevistas com questões previamente formuladas. O Significant Caries Index (SiC Index) foi empregado para definir o grupo com maior experiência de cárie. Foram realizados cálculos da distribuição de freqüência, testes de associação do Qui-quadrado (c2) para avaliar o relacionamento entre a variável dependente (CPOD) e as variáveis independentes, estimando-se as razões de chance (Odds Ratio - OR) e respectivos intervalos de confiança. Não ser estudante, estudar em escolas públicas e renda familiar menor que 5 salários-mínimos foram indicadores para a presença de cárie dentária. Além destes fatores citados, não possuir automóvel e residir em casa cedida pareceram contribuir para a experiência de cárie. Quanto ao acesso aos serviços odontológicos, os adolescentes atendidos em serviço público e os que procuraram atendimento por motivo de urgência tiveram maior experiência de cárie. Portanto, concluiu-se que os resultados indicaram que a privação social parece estar relacionada a experiência de cárie dentária em adolescentes no Estado de São Paulo.

Palavras-chave : Cárie dentária; Adolescência; Epidemiologia; Fatores sócio-econômicos; Serviços odontológicos.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons