SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número4A dimensão moral das decisões administrativas e os limites da racionalidade limitadaCompreensão empática e as possíveis contribuições para a pesquisa nos estudos organizacionais: reflexões a partir da experiência do lado estético das organizações índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos EBAPE.BR

versão On-line ISSN 1679-3951

Resumo

ALCANTARA, Valderí de Castro; CABRAL, Eloísa Helena de Souza; MUZY, Paulo de Tarso  e  PEREIRA, José Roberto. Fatos, valores e o mundo-da-vida: argumentos epistemológicos para avaliação no âmbito da gestão social. Cad. EBAPE.BR [online]. 2017, vol.15, n.4, pp.808-830. ISSN 1679-3951.  https://doi.org/10.1590/1679-395155012.

Este artigo mostra que o conceito de mundo-da-vida (lebenswelt), em Jürgen Habermas, e a refutação da dicotomia fato x valor, em Hilary Putnam, podem esclarecer epistemologicamente o processo de avaliação em gestão social, que consiste em explicitar fatos, valores e seus respectivos significados intersubjetivamente compartilhados. Especificamente, apresentamos como instrumentos de experiência avaliativa o Mapa de Bens Públicos e o Mapa Semântico de Expectativas, Necessidades, Capacidades, Interesses e Representações (ENCIR), além de argumentarmos acerca de sua capacidade de explicitar comunicativamente os significados/as interpretações que emanam dos mundos-da-vida dos Públicos Constituintes. Argumentamos com Habermas que o mundo-da-vida é um fundamento epistemológico dos processos de avaliação na gestão social que considera a dialogicidade entre fatos e valores e, com Putnam, que esses elementos constitutivos da avaliação são imbricados e passíveis de discussão racional. Nessa perspectiva valorativo-comunicativa da avaliação, os processos devem ser construídos de acordo com as capacidades dos Públicos Constituintes e coproduzidos por meio de processos inclusivos, dialógicos e deliberativos validados intersubjetivamente, também atendendo às pretensões habermasianas de verdade, sinceridade/veracidade e correção normativa/legitimidade.

Palavras-chave : Mundo-da-vida; Fatos e valores; Avaliação; Gestão social.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )