SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número3Conhecimento, percepções e utilização de medicamentos genéricos: um estudo transversalInfecções hospitalares por enterobactérias produtoras de Klebsiella pneumoniae carbapenemase em um hospital escola índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Einstein (São Paulo)

versão impressa ISSN 1679-4508versão On-line ISSN 2317-6385

Resumo

PALACIO, Danielle da Costa et al. Evolução de indicadores pós-implantação da saúde bucal na Estratégia Saúde da Família. Einstein (São Paulo) [online]. 2014, vol.12, n.3, pp.274-281. ISSN 2317-6385.  https://doi.org/10.1590/s1679-45082014ao3000.

Objetivo

Avaliar a evolução de indicadores após a implantação de 21 Equipes de Saúde Bucal na Estratégia Saúde da Família.

Métodos

Foram utilizados os dados de produção ambulatorial dos profissionais das Equipes de Saúde Bucal, o qual é o instrumento oficial utilizado pela Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo para acompanhar o desempenho dos profissionais da saúde bucal em relação a rendimento, acesso, percentual de faltas e de urgências. Esses profissionais trabalharam na parceria entre a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Hospital Albert Einstein e a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, no período de 2009 a 2011.

Resultados

Para os indicadores: percentual de urgência, rendimento e acesso, houve diferença significativa entre os anos analisados. Para o indicador percentual de faltas, não houve diferença estatisticamente significante. Quando feita a análise mensal, destaca-se que, no início da implantação do serviço, ocorreu oscilação, podendo indicar que o trabalho foi consolidado ao longo dos meses, sendo capaz de receber novos profissionais e aumento da população atendida. Ao se compararem os indicadores do período com as metas pactuadas com a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, é possível perceber que as Equipes de Saúde Bucal tiveram bom desempenho.

Conclusão

Os resultados alcançados junto às metas pactuadas certamente refletem o aumento do número de profissionais, o amadurecimento dos processos de trabalho dessas Equipes de Saúde Bucal e a otimização da mão de obra disponível para realização das atividades. O entendimento desses resultados é importante para nortear as ações das Equipes de Saúde Bucal para os anos seguintes e avaliar o cumprimento das metas.

Palavras-chave : Saúde bucal; Saúde da família; Absenteísmo; Acesso aos serviços de saúde; Assistência à saúde.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )