SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número3Invasion of the Indo-Pacific blenny Omobranchus punctatus (Perciformes: Blenniidae) on the Atlantic Coast of Central and South AmericaPopulation structure and reproductive behavior of Sinaloa cichlid Cichlasoma beani (Jordan, 1889) in a tropical reservoir índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Neotropical Ichthyology

versão impressa ISSN 1679-6225

Resumo

SCHNEIDER, Mariana; AQUINO, Pedro De Podestà Uchôa de; SILVA, Maria Júlia Martins  e  FONSECA, Claudia Padovesi. Trophic structure of a fish community in Bananal stream subbasin in Brasília National Park, Cerrado biome (Brazilian Savanna), DF. Neotrop. ichthyol. [online]. 2011, vol.9, n.3, pp.579-592.  Epub 02-Set-2011. ISSN 1679-6225.  https://doi.org/10.1590/S1679-62252011005000030.

O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de determinar a estrutura trófica da comunidade de peixes da sub-bacia do ribeirão Bananal pertencente a uma área bem preservada de Cerrado no Parque Nacional de Brasília. Além disso, buscou-se verificar a influência das variações ambientais na dieta das espécies. Em cada trecho de 30 m de extensão foram realizadas quatro amostragens, duas no período seco e duas no período chuvoso. Foram analisados 1050 estômagos pertencentes às 13 espécies mais abundantes encontradas. No total, foram consumidos 36 itens alimentares sendo 24 autóctones, oito alóctones e quatro de origem indeterminada. A análise de escalonamento multidimensional não-métrico (NMDS), juntamente com os resultados dos gráficos de freqüência de ocorrência e abundância, agrupou as espécies em quatro guildas: detritívoros, onívoros (com tendência à herbivoria e invertivoria), invertívoros e piscívoros. Cerca de 69% dos recursos consumidos pelos indivíduos foram de origem alóctone, o que evidencia a importância dos recursos advindos das matas de galeria. A contribuição de presas autóctones e alóctones na dieta diferiu, de acordo com a estação para Aspidoras fuscoguttatus, Astyanax sp., Characidium xanthopterum, Hyphessobrycon balbus, Kolpotocheirodon theloura, Moenkhausia sp., Phalloceros harpagos e Rivulus pictus. Apesar das características climáticas do bioma Cerrado, não houve influência significativa da variação sazonal na dieta. A ausência de variação sazonal e a predominância de itens alóctones na dieta provavelmente estão associadas à presença de matas ciliares, que atuam como zonas de amortecimento e zonas provedoras de recursos para a biota aquática. O presente estudo demonstra a importância de estudos em regiões íntegras para fornecer conhecimentos sobre a biologia das espécies e permitir o direcionamento de ações públicas para o manejo dos recursos aquáticos, para a recuperação de áreas degradadas e para a determinação de áreas prioritárias para a conservação.

Palavras-chave : Feeding guilds; Seasonal variation; Stream fish; Trophic ecology.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons