SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número3Population structure and reproductive behavior of Sinaloa cichlid Cichlasoma beani (Jordan, 1889) in a tropical reservoirPassage of fish larvae and eggs through the Funil, Itutinga and Camargos Reservoirs on the upper Rio Grande (Minas Gerais, Brazil) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Neotropical Ichthyology

versão impressa ISSN 1679-6225

Resumo

BUZOLLO, Hellen et al. Structural analysis of the Pimelodus maculatus (Lacépède, 1803) embryogenesis (Siluriformes: Pimelodidae). Neotrop. ichthyol. [online]. 2011, vol.9, n.3, pp.601-616. ISSN 1679-6225.  https://doi.org/10.1590/S1679-62252011000300013.

O desenvolvimento embrionário de peixes compreende eventos que ocorrem desde o ovo fertilizado à eclosão das larvas, podendo auxiliar na identificação dos ovos viáveis em estudos de produtividade e sobrevivência, como também nas pesquisas de cultivo desses animais. O objetivo do presente estudo foi caracterizar o desenvolvimento embrionário do Pimelodus maculatus (Siluriformes; Pimelodidae). A embriogênese foi característica de teleósteos, apresentando variações que difere de outras espécies como, tempo de desenvolvimento, tipo da blastocele, momento de segmentação dos somitos, entre outros. Seis estágios de desenvolvimento embrionário foram definidos: zigoto, clivagem, blástula, gástrula, organogênese (dividido em fases: segmentação inicial e segmentação final) e eclosão com período de incubação de 13 horas à 29ºC e de 17 horas à 25ºC. Os ovócitos extrusados apresentaram diâmetro médio de 812 µm antes da hidratação e após 1066 µm. Após a fertilização, apresentaram coloração amarelada e uma camada gelatinosa envolvendo o córion. O padrão de clivagens foi descrito como segue: 2; 4; 8 (4x2); 16 (4x4); 32 (4x8) e 64 (2x4x8) blastômeros até a fase de mórula (+64 células). Também foi possível observar nesta fase, o início da formação da camada sincicial do vitelo (CSV). Em seguida foram observados os estágios de blástula e gástrula. O final da gástrula caracterizou-se pela formação do tampão vitelino. A seguir, iniciou-se a diferenciação das regiões cefálica e caudal, o alongamento do embrião, estruturação das vesículas ópticas, de Kufper, óticas e de uma estrutura não identificada na literatura localizada na camada sincicial do vitelo. O final deste estágio é demarcado pelo desprendimento da cauda. A fase de segmentação final caracterizou-se pela cauda livre, presença de mais de 30 somitos, vesícula óptica e ótica, desenvolvimento do intestino posterior, pigmentação nas regiões cefálica e caudal do saco vitelino e crescimento do embrião. As larvas recém-eclodidas apresentaram esboço do trato digestório, olhos bem evidentes e pigmentados, boca fechada, presença das vesículas encefálicas e com comprimento médio de 3410 µm.

Palavras-chave : Embryonic development; Induced spawning; Morphology; Yolk syncyctial layer.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons