SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue4Pain evaluation in workers of the textile industryMusculoskeletal disorders and quality of life of dentists author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Dor

Print version ISSN 1806-0013On-line version ISSN 2317-6393

Abstract

VIEIRA, Marcos Girardi; PIRES, Marta Helena Rovani  and  PIRES, Oscar Cesar. Automutilação: intensidade dolorosa, fatores desencadeantes e gratificantes. Rev. dor [online]. 2016, vol.17, n.4, pp.257-260. ISSN 2317-6393.  http://dx.doi.org/10.5935/1806-0013.20160084.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS:

A automutilação é um comportamento de autodestruição oriundo de um desejo de se punir que pode ser inconsciente e apresenta grande impacto na vida do indivíduo. O presente estudo teve como objetivo identificar a intensidade dolorosa que mais satisfaz a necessidade da automutilação, assim como os fatores desencadeantes e gratificantes.

MÉTODOS:

Estudo de coorte, realizado mediante resposta a um questionário com participação de 20 pacientes com idade superior a 18 anos; atendidos em ambulatório de Psiquiatria, de uma clínica de uma cidade de médio porte do Vale do Paraíba.

RESULTADOS:

Os participantes do estudo apresentavam idade entre 16 e 60 nos, sendo 85% do gênero feminino. A depressão foi a doença mais prevalente e o fator desencadeante foi a tristeza. Em relação ao sentimento alcançado, 65% responderam obter alívio e o período do dia de maior ocorrência foi o noturno. Quanto a intensidade dolorosa, segundo a escala numérica de dor, 45% relataram ausência de dor, 35% dor leve, 15% moderada e 5% intensa. Porém, ao se considerar a dor interpretada fora do momento da crise, 5% relatou ausência de dor, 45% dor moderada e 50% intensa.

CONCLUSÃO:

A prevalência da automutilação foi maior em mulheres, jovens, portadoras da algum transtorno psiquiátrico e o período do dia de maior ocorrência ocorreu a noite. Quanto a percepção dolorosa, foi de baixa a leve intensidade, principalmente se comparadas ao que o paciente avalia para o mesmo fenômeno fora das crises.

Keywords : Automutilação; Dor aguda; Psiquiatria biológica.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )