SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 issue5Pact for health in Brazil: a descriptive analysis of the progression of oral health indicators author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Odontologia da UNESP

On-line version ISSN 1807-2577

Abstract

SALIBA, Nemre Adas; MOIMAZ, Suzely Adas Saliba; PRADO, Rosana Leal do  and  GARBIN, Cléa Adas Saliba. Percepção do cirurgião-dentista sobre formação profissional e dificuldades de inserção no mercado de trabalho. Rev. odontol. UNESP [online]. 2012, vol.41, n.5, pp.297-304. ISSN 1807-2577.  https://doi.org/10.1590/S1807-25772012000500001.

INTRODUÇÃO: A avaliação da percepção de egressos é uma estratégia fundamental para subsidiar o projeto político‑pedagógico nas universidades. OBJETIVO: Conhecer a percepção dos cirurgiões-dentistas em atuação no mercado de trabalho a respeito das principais dificuldades para sua inserção profissional, logo após o término da graduação, os aspectos positivos e negativos, e as sugestões em relação à formação acadêmica obtida. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo inquérito, realizada com egressos dos anos 2000 a 2010, do curso de Odontologia de uma universidade pública brasileira. Foi enviado um questionário autoaplicável por correio/email a todos os egressos no período. Os dados foram transcritos e submetidos à técnica da análise de conteúdo, dividida em pré-análise, caracterizada por leitura com atenção flutuante, e exploração do material, descobrindo orientações para análise propriamente dita. RESULTADO: As categorias referentes às dificuldades no início da vida profissional foram: conseguir emprego/local de trabalho; condições adequadas de trabalho e baixa remuneração; insegurança e confrontação à formação acadêmica obtida, e falta de experiência administrativa. Os aspectos positivos percebidos em relação à formação foram: boa infraestrutura e reputação da universidade, integração ensino-pesquisa e relacionamento docente-discente. Os aspectos negativos compuseram as categorias: preparo administrativo, falta de integração entre conteúdo teórico e atividade prática, e noções de mercado de trabalho. As sugestões apresentaram-se coerentes às dificuldades para o início da vida profissional e aos aspectos negativos. CONCLUSÃO: Os profissionais têm-se deparado com a saturação do mercado de trabalho e realidades diferentes daquelas vivenciadas na formação acadêmica. Os egressos sugeriram mudanças, apesar de relatarem aspectos positivos no curso realizado.

Keywords : Odontologia; educação superior; recursos humanos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License