SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número4Arremessar por cima do ombro e a distância percorrida pelo implementoInvestigação dos efeitos da hidroginástica sobre a qualidade de vida, a força de membros inferiores e a flexibilidade de idosas: um estudo no Serviço Social do Comércio - Fortaleza índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Educação Física e Esporte

versão impressa ISSN 1807-5509

Resumo

PEREIRA, João Raimundo Peixoto  e  OKUMA, Silene Sumire. O perfil dos ingressantes de um programa de educação física para idosos e os motivos da adesão inicial. Rev. bras. educ. fís. esporte (Impr.) [online]. 2009, vol.23, n.4, pp.319-334. ISSN 1807-5509.  https://doi.org/10.1590/S1807-55092009000400002.

Numa sociedade em pleno envelhecimento, a Educação Física deverá desempenhar um importante papel. A cada ano, cresce a procura por programas supervisionados, como é o caso do Programa Autonomia para Atividade Física do Idoso - PAAF. Conhecer o idoso é fundamental para orientar as ações pedagógicas e atender suas expectativas. Assim, este trabalho destina-se a conhecer o perfil sócio-demográfico, a atividade física pregressa, verificar a saúde percebida e entender quais foram os motivos de adesão ao programa. Participaram desse estudo 54 pessoas (14 homens e 40 mulheres), com idade acima de 60 anos (66,45 ± 5,176 anos de idade), que ingressaram no PAAF-2002. Foram utilizados questionários, em que foram consideradas as seguintes variáveis: gênero, idade, nível de escolaridade, estado civil; saúde percebida do ingressante; a atividade profissional e a atividade física pregressa e o nível sócio-econômico. Para verificar os motivos da adesão inicial utilizamos tabela tipo Liekert e aplicamos o Índice de Consistência Interna de Liekert. Utilizamos o Coeficiente de Concordância de Kendall (W) e o Teste de Friedman (Xr2), com nível de significância (p = 0,05). A maioria dos alunos tinha entre 60 a 70 anos de idade, pertencia aos níveis sócio-econômico A e B e possuía alto nível de escolaridade. A maioria tinha pelo menos uma doença, porém, a saúde percebida era positiva. Os motivos de adesão relatados foram: aprender fazer exercícios físicos, melhorar condicionamento físico e prevenir problemas de saúde. Já, ocupar o tempo livre e fazer amigos foram motivos considerados menos importantes..

Palavras-chave : Educação física; Adesão; Atividade física; Envelhecimento.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons