SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.60 issue2What is behind a student's choice for becoming a doctor?Small volume hypertonic resuscitation of circulatory shock author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Clinics

Print version ISSN 1807-5932On-line version ISSN 1980-5322

Abstract

IDE, Maiza Ritomy; BELINI, Marize Angélica Vicentini  and  CAROMANO, Fátima Aparecida. Efeitos de um programa de cinesioterapia respiratória desenvolvido em dois meios diferentes - aquático e solo - na força muscular respiratória de idosos saudáveis. Clinics [online]. 2005, vol.60, n.2, pp.151-158. ISSN 1980-5322.  http://dx.doi.org/10.1590/S1807-59322005000200012.

O envelhecimento da população mundial é uma preocupação para grande parte das entidades governamentais. Acarreta alterações fisiológicas em todo o organismo e causa prejuízos sociais e financeiros. Observa-se uma tendência de que as atenções se voltem à prevenção, menos dispendiosa e socialmente mais viável do que qualquer intervenção terapêutica. OBJETIVO: Analisar os efeitos e a influência do meio em um programa de cinesioterapia respiratória sobre a força muscular respiratória de idosos. MÉTODOS: Completaram o estudo 59 sujeitos entre 60 e 65 anos, cujas pressões respiratórias máximas foram mensuradas previamente à sua randomização em três grupos. O Gágua foi submetido a um programa de cinesioterapia respiratória em ambiente aquático. O Gsolo utilizou o mesmo programa em solo. O Gcontrole funcionou como controle negativo. Os programas foram aplicados três vezes por semanas, por dez semanas consecutivas. Os sujeitos foram reavaliados e os resultados comparados com os obtidos pré intervenção e entre os grupos. A análise estatística utilizou o teste "t" de Student" para amostras pareadas. A comparação entre os grupos foi realizada através da análise de variância paramétrica e não paramétrica. O teste de Dunnett foi utilizado para comparação dos grupos de intervenção em relação ao Gcontrole. RESULTADOS: Observou-se melhora significativa no Gágua em relação ao grupo controle. A PEmáx não sofreu alteração, independente do meio de realização. CONCLUSÃO: A cinesioterapia respiratória realizada em meio aquático melhora a força muscular inspiratória de idosos saudáveis. Entretanto, não influencia a força expiratória máxima.

Keywords : Fisioterapia; Idoso; Envelhecimento; Exercícios respiratórios; Hidroterapia.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License