SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número1Diversidade patogênica e morfológica em Plasmopara halstedii, o agente causador de míldio do girassolRespostas genéticas de caracteres relacionados aos componentes da eficiência no uso de nitrogênio e fósforo em milho índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Scientiarum. Agronomy

versão On-line ISSN 1807-8621

Resumo

ZILIO, Marcio et al. Ciclo, arquitetura de parte aérea e produtividade de genótipos de feijão (Phaseolus vulgaris), no Estado de Santa Catarina. Acta Sci., Agron. [online]. 2013, vol.35, n.1, pp.21-30. ISSN 1807-8621.  https://doi.org/10.4025/actasciagron.v35i1.15516.

O trabalho objetivou obter a correlação fenotípica e genotípica entre o ciclo e porte de planta para produtividade de genótipos crioulos de feijão. O experimento foi conduzido nos municípios de Joaçaba e Lages, Estado de Santa Catarina na safra 2008/2009, com 26 genótipos de feijão: 22 genótipos crioulos e 4 genótipos comerciais, provenientes da UDESC. Em relação ao ciclo os genótipos foram avaliados quanto: número de dias da emergência a floração, número de dias da floração a maturação fisiológica e número de dias da emergência a maturação fisiológica. As características de parte aérea avaliadas foram: hábito de crescimento, porte, estatura de planta, diâmetro da haste, altura de inserção da primeira vagem e número de nós na haste principal. A análise de trilha demonstrou que o período emergência - floração apresentou correlação positiva com a produtividade e o período emergência - maturação fisiológica; floração - maturação fisiológica apresentou correlação negativa com a produtividade para os dois locais. Portanto, genótipos mais precoces, principalmente a redução do ciclo após o período de floração, propiciou aumento na produtividade. Os caracteres de arquitetura de parte aérea mostraram correlação fenotípica e genotípica positiva com a produtividade nos dois locais. Para aumentos de produtividade é necessário coincidir o período reprodutivo com os momentos de maior incidência de radiação.

Palavras-chave : análise de trilha; variabilidade genética; precocidade; porte ereto.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons