SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número3Ultraestrutura e citoquímica de calos de pinhão-manso em resposta a balanços entre fitorreguladoresPotencial enzimático e antagonista de bactérias isoladas de fruto típico do Cerrado em Minas Gerais, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Scientiarum. Agronomy

versão impressa ISSN 1679-9275versão On-line ISSN 1807-8621

Resumo

FERRARI, João Vitor; FURLANI JUNIOR, Enes; FERRARI, Samuel  e  LUQUES, Ana Paula Portugal Gouvea. Resposta do crescimento vegetativo do algodoeiro em relação à aplicação de regulador de crescimento via sementes. Acta Sci., Agron. [online]. 2015, vol.37, n.3, pp.361-366. ISSN 1807-8621.  https://doi.org/10.4025/actasciagron.v37i3.19664.

A indústria mundial do algodão distingui-se por suas numerosas utilizações industriais da pluma, bem como pelos elevados custos de produção. Crescimento vegetativo excessivo pode interferir negativamente na produtividade e, por conseguinte, a aplicação de reguladores de crescimento é essencial para o desenvolvimento da cultura do algodão. O objetivo deste estudo foi avaliar o desenvolvimento e a produtividade do algodoeiro cultivar FMT 701 em função de aplicação de cloreto de mepiquat via sementes e folhas. O delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso com quatro repetições, dispostos em faixas. Os tratamentos consistiram de doses de cloreto de mepiquat (CM) (0, 4, 6, 8 e 10 g ia kg-1 de sementes) aplicadas diretamente nas sementes de algodão e do manejo de CM via pulverização foliar na dose de 250 mL ha-1 da seguinte forma: divididos em quatro aplicações (35, 45, 55 e 65 dias após a emergência), como uma única aplicação, aos 70 dias, e sem a aplicação do produto. O cloreto de mepiquat aplicado via sementes de algodão controla a altura inicial das plantas e o diâmetro do caule, enquanto que a aplicação foliar reduz a altura das plantas. Após aplicação nas sementes, pulverização foliar de CM promoveu aumento da massa de 20 capulhos, no entanto não promoveu influência na quantidade de capulhos por planta e na produtividade de algodão em caroço. Maior rendimento de algodão em caroço foi obtido com dose de 3,4 g ia de CM kg-1 de sementes.

Palavras-chave : cloreto de mepiquat; crescimento; componentes de produção.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )