SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40Caracterização da carne bovina adquirida, comercializada e consumida nos principais estabelecimentos de Chapecó, SC, BrasilProdução e composição do leite de vacas Gir e Guzerá de acordo com o estádio de lactação, contagem de células somáticas, estado fisiológico e de condição corporal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Scientiarum. Animal Sciences

versão impressa ISSN 1806-2636versão On-line ISSN 1807-8672

Resumo

VIGODERIS¹, Ricardo Brauer et al. Conforto térmico e desempenho zootécnico de frangos de corte utilizando dois sistemas de aquecimento distintos. Acta Sci., Anim. Sci. [online]. 2018, vol.40, e39194.  Epub 16-Ago-2018. ISSN 1807-8672.  http://dx.doi.org/10.4025/actascianimsci.v40i1.39194.

Objetivou-se comeste estudo avaliar o conforto térmico e desempenho zootécnico de frangos de corte em seu estágio inicial de desenvolvimento em função utilizando dois sistemas de aquecimento distintos. O experimento foi conduzido em dois galpões localizados numa propriedade comercial. Os sistemas de aquecimento foram: fornalha de aquecimento indireto e tambores de aquecimento por radiação. No início da fase de aquecimento as aves foram confinadas numa área correspondente a 360 m2 no galpão 1 e 180 m2 no galpão 2, delimitada por cortinas de poliuretano, possibilitando uma densidade de 58,8 aves m-2. Foram avaliadas as variáveis Temperatura de bulbo seco (Tbs), umidade relativa do ar (UR%) e calculado o índice de temperatura e umidade (ITU). As medições foram realizadas com o uso de dataloggers de leitura contínua da marca Hobbo em intervalos de 15 minutos, durante todo o período experimental, que foi de um ciclo produtivo completo para machos. Foram detectadas diferenças nas variáveis ambientais durante o período avaliado como também foram encontradas diferenças no desempenho zootécnico em função dos dois sistemas de aquecimento. O sistema de aquecimento por fornalha apresentou UR variando de 47-59% em relação ao sistema de tambores (51-57%), além de proporcionar temperatura mais constante e proporcionar maior distribuição de aquecimento. Por outro lado, o sistema de tambores proporcionou maior ganho de peso nos animais.

Palavras-chave : frangos; aquecimento; avicultura; conforto animal.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )