SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue4DIAGNOSTIC DIFFICULTIES IN BACTERIAL SPONDYLODISCITISFREE-HAND PLACEMENT OF C7 PEDICLE SCREWS: A CADAVERIC STUDY author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Coluna/Columna

Print version ISSN 1808-1851On-line version ISSN 2177-014X

Abstract

MARCHESE, Luiz Roberto Delboni et al. ANÁLISE TOMOGRÁFICA DA VÉRTEBRA T-1 PARA PASSAGEM DE PARAFUSOS LAMINARES EM CRIANÇAS DE 0 A 12 ANOS. Coluna/Columna [online]. 2015, vol.14, n.4, pp.304-307. ISSN 2177-014X.  https://doi.org/10.1590/S1808-185120151404147916.

Objetivo

: Análise tomográfica da vértebra T1 em crianças de zero a doze anos de idade, obtendo parâmetros anatômicos que auxiliarão a fixação intralaminar nessa população infantil.

Métodos

: Análise retrospectiva da coluna por TC (cervical e torácica) de indivíduos entre 0 e 12 anos de idade, de ambos os sexos, sem deformidades anatômicas. Foram avaliados, separadamente, em cada lado, o comprimento e a espessura das lâminas, bem como o ângulo espino-laminar. A análise morfométrica foi realizada com o programa iSite PACS Philips Healthcare Informatics(r) e os valores obtidos foram expressos em milímetros (mm). As variáveis estudadas foram correlacionadas com os grupos etários e o sexo dos indivíduos. A análise estatística foi feita pelo teste t e os resultados foram considerados significativos quando p < 0,05.

Resultados

: Por meio de análises tomográficas de 24 pacientes, verificou-se que a idade não tem correlação com o ângulo de ataque para parafusos intralaminares de T1. Já o comprimento e a espessura da lâmina de T1 aumentam proporcionalmente com a idade. O comprimento médio total das lâminas foi de 28,62 ± 4,42 mm. A média total da espessura 4,75 ± 0,95 mm (3,2 a 6,5).

Conclusão

: O presente estudo mostra dados relevantes sobre a utilização de parafusos translaminares, que atualmente são disponíveis comercialmente com espessura mínima de 3,5 mm. É possível, assim, afirmar que, nesta amostra, pode ser utilizado em 87,5% do total de lâminas, sendo aplicável em todas as lâminas nos pacientes acima de 44 meses de idade.

Keywords : Transição cérvico-torácica; Análise Tomográfica; Lâmina T1 Tomografia computadorizada por raio X; Vertebras cervicais; Vertebras torácicas; Laminectomia.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )