SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.76 número3Avaliação do handicap auditivo do adulto com deficiência auditiva unilateralEquilíbrio dinâmico, estilo de vida e estados emocionais em adultos jovens índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Otorhinolaryngology

versão impressa ISSN 1808-8694

Resumo

MUNARO, Gisiane et al. Contribuição do potencial evocado auditivo em pacientes com vertigem. Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) [online]. 2010, vol.76, n.3, pp.384-391. ISSN 1808-8694.  http://dx.doi.org/10.1590/S1808-86942010000300019.

A avaliação otoneurológica consiste em exames para investigação de patologias auditivas e vestibulares, incluindo o potencial evocado de tronco encefálico e a vectoeletronistagmografia. OBJETIVO: Descrever os resultados da avaliação otoneurológica em pacientes com queixas vestibulococleares, normo-ouvintes e com perda auditiva, comparados a grupo-controle. MATERIAL E MÉTODOS: Estudo transversal, retrospectivo, observacional, realizado com 56 pacientes vertiginosos avaliados por audiometria, vectoeletronistagmografia e potencial evocado auditivo de tronco encefálico, divididos em grupo A, 31 pacientes normo-ouvintes, e grupo B, 25 pacientes com perda auditiva, comparados ao grupo-controle constituído por dez voluntários normo-ouvintes assintomáticos. RESULTADOS: Os pacientes dos grupos A e B apresentaram aumento em monobloco das latências absolutas das ondas I, III e V estatisticamente significante, quando comparados ao grupo-controle, embora com valores dentro da normalidade. A ausência da onda I a 80 dBNA foi um achado comum para ambos os grupos e ocorreu em quatro (12,9%) sujeitos bilateralmente e em três (9,6%) unilateralmente no grupo A e em oito (32%) pacientes no grupo B bilateralmente. Nos dois casos em que a vectoeletronistagmografia acusou alteração vestibular central não ocorreram alterações nos parâmetros dos potenciais evocados. CONCLUSÃO: Os pacientes com vertigem, normo-ouvintes e com perda auditiva, apresentaram latências absolutas aumentadas quando comparados a grupo-controle

Palavras-chave : audição; eletrofisiologia; tontura; vertigem.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons