SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número1Houses and economy in the favelaNegotiating debts and gifts: financialization policies and the economic experiences of low-income social groups in Brazil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Vibrant: Virtual Brazilian Anthropology

versão On-line ISSN 1809-4341

Resumo

ONTO, Gustavo. The market as lived experience: on the knowledge of markets in antitrust analysis. Vibrant, Virtual Braz. Anthr. [online]. 2014, vol.11, n.1, pp.159-190. ISSN 1809-4341.  http://dx.doi.org/10.1590/S1809-43412014000100006.

Este artigo descreve algumas reflexões, histórias e práticas analíticas de assessores e conselheiros do órgão antitruste brasileiro (CADE) a respeito dos mercados, setores, indústrias - ou seja, do mundo econômico - que eles buscam compreender e administrar. A atividade desses profissionais exige, principalmente, uma avaliação de determinadas características de mercados para que se possa estabelecer uma estratégia de investigação de alegações de práticas anti-competitivas de mercado e para que se possa julgar os casos sob responsabilidade deste tribunal antitruste. A partir de entrevistas com esses profissionais e de observação participante do trabalho analítico por eles executado, procura-se ressaltar modos de conhecer e conceber os mercados que são paralelos àqueles utilizados oficialmente e mais explicitamente pelos burocratas da autoridade antitruste. A descrição desses modos laterais de conhecer, que aqui aparecem como um conjunto de experiências vividas - pessoais e familiares -, é posta em relação com as práticas etnográficas de produção de conhecimento, tendo em vista refletir sobre a importância da experiência vivida na literatura de antropologia e sociologia dos mercados.

Palavras-chave : mercado; experiência vivida; para-etnografia; conhecimento; antitruste; CADE.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons