SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número1A prática do cuidado em instituições de longa permanência para idosos: desafio na formação dos profissionaisAnálise dos fatores de risco para queda em idosos institucionalizados índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia

versão impressa ISSN 1809-9823versão On-line ISSN 1981-2256

Resumo

TINOCO, Maria Antonieta et al. Cognitive Telephone Screening Instrument (COGTEL): um instrumento fiável e válido na avaliação do funcionamento cognitivo em pessoas idosas brasileiras. Rev. bras. geriatr. gerontol. [online]. 2019, vol.22, n.1, e180130.  Epub 10-Jun-2019. ISSN 1981-2256.  https://doi.org/10.1590/1981-22562019022.180130.

Objetivo:

Estudar a fiabilidade/estabilidade do “The Cognitive Telephone Screening Instrument” (COGTEL) na avaliação das funções cognitivas e investigar a validade concorrente (ou seja, a relação entre os escores do COGTEL com variáveis externas, tais como a educação e o resultado do MMSE), num estudo piloto em adultos idosos residentes na comunidade de Apuí, Fonte Boa e Manaus (Amazonas, Brasil).

Método:

O presente estudo piloto incluiu 90 adultos idosos (29 homens e 61 mulheres) com idades compreendidas entre os 60-85 anos de idade [68,2(±6,7)]. O COGTEL, o MMSE e o questionário socioeconômico foram aplicados sob forma de entrevista duas vezes, com uma semana de intervalo nas mesmas condições.

Resultados:

O coeficiente de correlação intraclasse no teste-reteste no escore total do COGTEL (e respectivos 6 subtestes), MMSE e nível educacional variou entre aceitável-a-elevado (0,708 < R < 0,946). Verificou-se uma correlação positiva entre o escore total do COGTEL com o MMSE (r=0,682; p<0,001), bem como, com o nível educacional (r=0,604; p<0,001).

Conclusão:

Este estudo apresenta evidências preliminares de fiabilidade/estabilidade e validade concorrente do COGTEL na avaliação das funções cognitivas em adultos idosos residentes na comunidade. Os resultados do presente estudo suportam a utilização do COGTEL como um instrumento breve, fiável e válido para analisar diferenças interindividuais no funcionamento cognitivo em estudos com adultos idosos.

Palavras-chave : Cognição; Avaliação Geriátrica; Envelhecimento Saudável; Testes de Estado Mental e Demência; Cognitive Telephone Screening Instrument.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )