SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número5Valores normativos e aptidão funcional em homens de 60 a 69 anos de idadeIndicadores de aptidão física de escolares da região centro-oeste da cidade de São Paulo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano

versão On-line ISSN 1980-0037

Resumo

PITANGA, Cristiano Penas Seara et al. Atividade física como fator de proteção para comorbidades cardiovasculares em mulheres obesas. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum. [online]. 2010, vol.12, n.5, pp.324-330. ISSN 1980-0037.  https://doi.org/10.5007/1980-0037.2010V12N5P324.

O objetivo do estudo foi analisar o efeito protetor da atividade física (AF) para comorbidades cardiovasculares (CMCV) em mulheres obesas. O estudo foi transversal, utilizando amostra composta por 387 mulheres obesas com índice de massa corporal (IMC) > 30kg/m2. Utilizou-se a regressão logística para estimar a odds ratio (OR) com intervalo de confiança (IC) de 95% e avaliar a associação entre AF e CMCV. Os dados foram analisados através do STATA, versão 7.0. Após ajustamento para idade, a AF apresentou associação com as CMCV: OR = 0,11 (0,04-0,25). Após estratificação por etnia, estado civil e IMC, as associações continuaram significativas. Foi também analisado o efeito dose resposta, sendo observado que as mulheres muito ativas apresentaram maior proteção contra as CMCV. A AF deve ser sugerida para mulheres obesas visando evitar as CMCV.

Palavras-chave : Atividade Física; Obesidade; Comorbidades; Cardiovasculares.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons