SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número6Diferenças na cinemática entre dois tipos de aterrissagens em atletas de voleibol masculinosAdaptação do questionário internacional de atividade física para idosos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano

versão On-line ISSN 1980-0037

Resumo

BENTO, Paulo Cesar Barauce; RODACKI, André Luíz Félix; HOMANN, Diogo  e  LEITE, Neiva. Exercícios físicos e redução de quedas em idosos: uma revisão sistemática. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum. [online]. 2010, vol.12, n.6, pp.471-479. ISSN 1980-0037.  https://doi.org/10.1590/S1980-00372010000600012.

As quedas estão associadas à morbidade e mortalidade em idosos. O objetivo dessa revisão sistemática foi identificar, descrever e analisar o efeito do exercício físico na redução do risco de quedas em idosos. Realizou-se busca no site do Centro Latino-Americano de Informação em Ciências da Saúde (BIREME), bases de dados Medline/Pubmed, Lilacs e SciELO, nos anos de 1999-2009, com os seguintes descritores em inglês: "acidental falls", "eldery", "exercise". Foram encontrados 385 artigos e, após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, selecionaram-se 10 artigos que fizeram parte da análise final. Todos os artigos incluídos avaliaram indivíduos a partir de 60 anos de idade, submetidos a programas de exercícios físicos. Os resultados sugerem que o exercício físico, de forma isolada, é capaz de reduzir o risco de quedas, isto ficou evidente em sete dos estudos avaliados. Dentre os principais componentes de cada programa, houve predominância entre treinamento de força e equilíbrio, além de exercicios de coordenação, flexibilidade e aeróbios. Entretanto, não há indicação clara em relação a frequência, duração e intensidade das sessões. Conclui-se que estudos que associaram componentes de força e/ou equilíbrio, além de outras formas de intervenção, realizados, no mínimo, duas vezes por semana e que tenham acompanhado os indivíduos, em média, de 3 a 6 meses após a intervenção, mostraram-se mais efetivos em reduzir e prevenir as quedas em idosos vivendo na comunidade. No entanto, é necessário que os estudos apresentem com mais clareza alguns aspectos metodológicos que permitam a sua reprodução e comparação dos seus resultados.

Palavras-chave : Quedas; Idoso; Exercício.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons