SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número1Qualidade de sono e suas associações com a prática de exercícios físicos no lazer e o excesso de peso entre servidores públicosEfeito agudo da imagética no desempenho de lances livres e percepção de autoeficácia em atletas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano

versão On-line ISSN 1980-0037

Resumo

BARREIRA, Daniel; GARGANTA, Júlio; MACHADO, João  e  ANGUERA, Maria Teresa. Repercussões da recuperação da posse de bola nos padrões de ataque de futebol de elite. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum. [online]. 2014, vol.16, n.1, pp.36-46. ISSN 1980-0037.  https://doi.org/10.5007/1980-0037.2014v16n1p36.

Recuperar a posse de bola é o objetivo da fase defensiva em Futebol, sendo simultaneamente o primeiro momento do ataque. A identificação do local e da forma como a bola é recuperada em competições de elite, tendo em consideração a fase da competição, revela-se fundamental para o entendimento dos padrões ofensivos e do diacronismo dos eventos, permitindo o desenvolvimento de processos de treino específicos. Pretende-se caracterizar os padrões de recuperação de posse de bola, tendo em consideração a(s) zona(s) do terreno de jogo e a fase da competição, e analisar os padrões ofensivos que resultaram de cada tipo de recuperação de bola nas equipes semifinalistas do Campeonato do Mundo 2010. Utilizou-se a Metodologia Observacional através do instrumento de observação SoccerEye, do software de registro SoccerEye e do software de análise SDIS-GSEQ. Através de transmissões públicas de televisão, registraram-se 24 jogos do Mundial 2010, tendo-se obtido 1.619 ataques. A recuperação direta da posse de bola foi a forma mais utilizada. O desarme e a ação defensiva seguida de passe na zona central média-defensiva originaram oportunidades de gols. As intercepções ocorreram na zona central média-ofensiva, resultando em ataques sem eficácia, enquanto as intervenções do goleiro ocorreram na zona central defensiva sem relações significativas com comportamentos indutores de final de ataque. A configuração dos padrões de ataque é influenciada pelo modo como a bola é recuperada. O local e a forma de recuperação da posse de bola são similares quando comparadas as duas fases do Mundial 2010.

Palavras-chave : Comportamento; Desempenho psicomotor; Futebol; Observação; Tendências.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )