SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número3Alteração do Ângulo de Pronação da Articulação Subtalar tem Influência na Distribuição de Pressão Plantar: Um Estudo PreliminarIdade óssea e força explosiva de jovens praticantes de voleibol índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano

versão impressa ISSN 1415-8426versão On-line ISSN 1980-0037

Resumo

FORTES, Leonardo de Sousa et al. Comportamentos de risco para os transtornos alimentares pode reduzir o consumo máximo de oxigênio em ciclistas de estrada?. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum. [online]. 2017, vol.19, n.3, pp.323-330. ISSN 1980-0037.  https://doi.org/10.5007/1980-0037.2017v19n3p323.

O objetivo da pesquisa foi comparar o consumo máximo de oxigênio (VO2máx) entre ciclistas de estrada com e sem risco para o desencadeamento de transtornos alimentares. A amostra foi composta por 43 ciclistas com idade entre 18 e 25 anos, participantes do campeonato pernambucano de ciclismo de estrada. O VO2máx foi mensurado por um analisador metabólico computadorizado no decorrer de um teste incremental realizado em cicloergômetro. A carga inicial do teste foi 50 W, com incrementos de 25 W a cada minuto até atingir a exaustão voluntária ou impossibilidade de manter a carga atual. Para avaliar os comportamentos de risco para os transtornos alimentares (CRTA) foi utilizado o Eating Attitudes Test (EAT-26). Conduziu-se a análise univariada de covariância (ANCOVA) para comparar o VO2máx entre ciclistas com (EAT-26≥21) e sem riscos (EAT-26<21) para os transtornos alimentares. Os achados revelaram diferença estatisticamente significante do VO2máx entre ciclistas com e sem risco para os transtornos alimentares (F(2,41)=28,44; p=0,01), indicando moderado tamanho do efeito (d=0,6). Concluiu-se que os CRTA estiveram relacionados aos ciclistas com menor VO2máx.

Palavras-chave : Ciclismo; Medicina esportiva; Resistência física.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )