SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue6Body image perception and associated anthropometric and body composition indicators in the elderlyComparison of physical fitness and quality of life between adolescents engaged in sports and those who are not author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano

Print version ISSN 1415-8426On-line version ISSN 1980-0037

Abstract

BATISTA, Kenia Rejane de Oliveira et al. Aptidão cardiorrespiratória em crianças e adolescentes. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum. [online]. 2018, vol.20, n.6, pp.535-543. ISSN 1980-0037.  https://doi.org/10.5007/1980-0037.2018v20n6p535.

Aptidão cardiorrespiratória é um importante indicador da condição de saúde. Objetivou-se verificar a capacidade cardiorrespiratória, conforme grupo etário e sexo, em crianças e adolescentes do Estado de Sergipe. Trata-se de um estudo com delineamento transversal. A amostra foi composta por 195 adolescentes de ambos os sexos com média de idade de 11,75±3,0 anos. Para a caracterização dos participantes, utilizou-se um questionário com dados sociodemográficos. Aplicou-se uma avaliação antropométrica, de forma a estimar o estágio maturacional por meio do pico de velocidade de crescimento (PVC) e o teste de vai-e-vem de 20 metros para a estimativa da capacidade cardiorrespiratória. ANOVA two-way foi aplicada com amostra dividida em dois grupos (“até 13 anos” e “acima de 13 anos”). Foi aplicado contraste polinomial para identificar o tipo de tendência para a aptidão cardiorrespiratória, e contraste simples para comparações múltiplas. Todos os procedimentos adotaram p ≤ 0,05 e utilizaram o software SPSS versão 22.0. No grupo etário “acima dos 13 anos”, encontrou-se efeito significativo no comportamento da capacidade cardiorrespiratória conforme “sexo” [F(1, 45) = 5,54, p = 0,02, r=0,33] e “idade” [F(4, 45)= 3,37, p = 0,02, r=0,48]. O contraste polinomial revelou tendência linear para o VO2 em relação à idade de corte de 13 anos (p=0,04). O contraste simples identificou comportamento crescente da capacidade cardiorrespiratória em relação aos grupos etários de 15 e 16 anos quando comparados ao grupo de 14 anos. Conclui-se que o sexo e a idade influenciam positivamente na capacidade cardiorrespiratória a partir da idade de referência maturacional.

Keywords : Adolescente; Aptidão cardiorrespiratória; Criança.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )