SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21Evidence-based public health: concepts, principles and applications to promote physical activity in the Brazilian contextThe importance of an integrative view of behaviors adopted during the 24 hours of the day in physical activity and exercise interventions studies author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano

Print version ISSN 1415-8426On-line version ISSN 1980-0037

Abstract

FRANCO, Dayana Chaves; FERRAZ, Natália Lujan  and  SOUSA, Thiago Ferreira de. Comportamento sedentário em universitários: uma revisão sistemática. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum. [online]. 2019, vol.21, e56485.  Epub May 30, 2019. ISSN 1980-0037.  https://doi.org/10.5007/1980-0037.2019v21e56485.

Estudos sobre o tema do comportamento sedentário (SB) em universitários têm sido publicados, diante disso o conhecimento sobre os métodos adotados torna-se importante para a ciência, e a caracterização das prevalências e fatores associados a esse atributo são essenciais no âmbito das políticas de saúde para esse grupo. Assim, o objetivo do presente estudo foi descrever as prevalências e os fatores associados, e as características metodológicas empregadas nas pesquisas sobre o SB em universitários. Uma busca nas bases de dados National Library of Medicine (PUBMED), Scientific Electronic Library Online (SciELO), Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e SCOPUS foi realizada. Este estudo adotou os itens e recomendações do Preferred Reporting Items for Systematic reviews and Meta-Analyses (PRISMA), e os artigos selecionados foram analisados conforme as características metodológicas, além das prevalências e os fatores associados ao SB. Dos 1.740 artigos encontrados nas bases de dados, 23 fizeram parte dessa revisão. Foram observadas prevalências para o tempo sentado de 34,0% a 90,2%. O uso de definições operacionais e pontos de corte foram diversificados, além do uso de variados instrumentos para estimar o SB. Foi observada a falta de padronização entre os pontos de corte para determinação do SB e das definições operacionais, como uso de instrumentos não validados. Dentre os fatores associados com maiores prevalências, destacaram-se o excesso de peso e os sintomas depressivos. Conclui-se que as prevalências de SB foram elevadas em domínios não relacionados ao tempo dedicado aos estudos e características biológicas e psicológicas representaram atributos mais associados ao SB.

Keywords : Condutas de saúde; Estilo de vida sedentário; Estudantes.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )