SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número2AVALIAÇÃO DE DIFERENTES MATERIAIS DE COBERTURA E DE UM PROTETOR FÍSICO, NO ESTABELECIMENTO DE PLANTAS DE Pinus taeda L., POR SEMEADURA DIRETA NO CAMPOCRESCIMENTO DE MUDAS DE Eucalyptus globulus EM RESPOSTA À FERTILIZAÇÃO NPK índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Resumo

TARNOWSKI, Bernardo Carlos; SCHNEIDER, Paulo Renato  e  MACHADO, Carlos Cardoso. PRODUTIVIDADE E CUSTOS DO PROCESSADOR TRABALHANDO EM POVOAMENTOS DE Eucalyptus grandis Hill ex Maiden. Ciênc. Florest. [online]. 1999, vol.9, n.2, pp.103-115. ISSN 1980-5098.  http://dx.doi.org/10.5902/19805098388.

No presente trabalho foi realizado um estudo de tempos com o objetivo de ajustar equações para estimar o tempo das atividades, a produtividade, o custo operacional e da produção do processador utilizado em um sistema de colheita de madeira de povoamentos de Eucalyptus grandis Hill ex Maiden, em topografia plana, no Estado da Bahia. O ciclo operacional do processador consistiu no tempo gasto para processar uma árvore e foi dividido em etapas as quais foram cronometradas, usando a metodologia dos tempos individuais. A unidade amostral foi constituída do ciclo operacional da máquina. A análise estatística baseou-se em estudo de regressão, sendo utilizado o procedimento de modelagem de regressão “stepwise”. Com as equações ajustadas, foi possível estimar a produtividade da máquina em função do diâmetro das árvores. Nas condições do estudo, considerando uma eficiência operacional de 70%, a produtividade do processador foi de 25,8 m³cc/h, o custo operacional 47,90 US$/h e o custo de produção de 1,86 US$/m³cc. Com base nos resultados obtidos, pode-se concluir que: o tempo de processamento das árvores varia diretamente com o aumento do diâmetro; o tempo de preparação, ao contrário do tempo de processamento, possui uma baixa correlação com o diâmetro das árvores; a produtividade do processador é diretamente proporcional ao aumento do diâmetro das árvores, quando expressa em volume, e inversamente proporcional, quando expressa em número de árvores; o custo por metro cúbico de madeira processada com processador, varia numa relação inversa ao aumento do diâmetro; do custo operacional do processador, o custo fixo é o de maior proporção, seguido do custo variável, administrativo e da mão-de-obra; e, o custo de produção do processador diminui em forma exponencial com o aumento do diâmetro das árvores.

Palavras-chave : colheita mecanizada; produtividade; custos; processador; Eucalyptus grandis.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )