SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número2UTILIZAÇÃO DE VARIÁVEIS DUMMY EM EQUAÇÕES DE VOLUME PARA Acacia mearnsii De Wild.EXIGÊNCIAS TÉRMICAS DE Thyrinteina arnobia (Stoll, 1782) E EFEITOS DA TEMPERATURA NA SUA BIOLOGIA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Resumo

VACCARO, Sandro; FINGER, César Augusto Guimarães; SCHNEIDER, Paulo Renato  e  LONGHI, Solon Jonas. INCREMENTO EM ÁREA BASAL DE ÁRVORES DE UMA FLORESTA ESTACIONAL DECIDUAL, EM TRÊS FASES SUCESSIONAIS, NO MUNICÍPIO DE SANTA TEREZA, RS. Ciênc. Florest. [online]. 2003, vol.13, n.2, pp.131-142. ISSN 1980-5098.  https://doi.org/10.5902/198050981749.

Este trabalho teve como objetivo modelar funções de incremento em área basal para árvores de três fases sucessionais de uma Floresta Estacional Decidual, as quais se denominaram capoeirão, floresta secundária e floresta madura. A área, localizada no município de Santa Tereza, RS, foi amostrada em dois períodos 1996 e 2000, considerando os indivíduos arbóreos com diâmetro à altura do peito maior ou igual a 3,2 cm (10 cm de circunferência). Observou-se que, para as árvores da Floresta Estacional Decidual da região do estudo, o incremento periódico anual em área basal pode ser estimado por equações próprias desenvolvidas para cada estágio sucessional ou por meio de uma equação geral, independente do estágio sucessional, sem perda de precisão das estimativas.

Palavras-chave : incremento periódico anual; área basal; amostragem; dendrometria.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )