SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número1UTILIZAÇÃO DE MISTURAS DE CAVACOS INDUSTRIAIS COM RESÍDUOS DE SERRARIA PROVENIENTES DE MADEIRAS DE Eucalyptus grandis DE DIFERENTES IDADES PARA PRODUÇÃO DE PASTA KRAFTPRODUÇÃO DE CHAPAS DE PARTÍCULAS DE MADEIRA DE DUAS ESPÉCIES NATIVAS DA MATA ATLÂNTICA E SUAS COMBINAÇÕES índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Resumo

GATTO, Darci Alberto; SANTINI, Elio José; HASELEIN, Clovis Roberto  e  DURLO, Miguel Antão. QUALIDADE DA MADEIRA SERRADA NA REGIÃO DA QUARTA COLÔNIA DE IMIGRAÇÃO ITALIANA DO RIO GRANDE DO SUL. Ciênc. Florest. [online]. 2004, vol.14, n.1, pp.223-233. ISSN 1980-5098.  https://doi.org/10.5902/198050981795.

Este estudo foi conduzido com o objetivo de avaliar a qualidade da madeira serrada produzida na Região da Quarta Colônia de Imigração Italiana no Rio Grande do Sul. Três empresas que processam madeiras de pinus foram analisadas com respeito à operação de desdobro e método de secagem empregados, e o teor de umidade da madeira industrializada. Constatou-se que a secagem ao ar livre é o principal método empregado na região, e os defeitos resultantes influenciam negativamente na qualidade da madeira serrada, o que sugere a necessidade de ajustes no método. No entanto, o teor de umidade médio da madeira está dentro dos padrões recomendados para a secagem ao ar livre. Em torno de 75% da madeira serrada na Região, quando úmida, foi classificada como de primeira qualidade. Depois de seca, contudo, apenas 45% das peças foram classificadas como de primeira qualidade e 45% de terceira, sendo os 10% restante incluídos nas categorias super, extra e segunda qualidade.

Palavras-chave : indústria da madeira; madeira serrada; qualidade da madeira; secagem ao ar.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )