SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número2MODELOS DE CRESCIMENTO EM DIÂMETRO DE ÁRVORES INDIVIDUAIS DE Araucaria angustifolia (Bertol.) Kuntze EM FLORESTA OMBRÓFILA MISTAEFEITOS DO USO EM SISTEMA FAXINAL NA FLORÍSTICA E ESTRUTURA EM DUAS ÁREAS DA FLORESTA OMBRÓFILA MISTA NO MUNÍCIPIO DE REBOUÇAS, PR índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência Florestal

versão impressa ISSN 0103-9954versão On-line ISSN 1980-5098

Resumo

LOPES, Camila Santos Doubek et al. ESTUDO DA MASSA ESPECÍFICA BÁSICA E DA VARIAÇÃO DIMENSIONAL DA MADEIRA DE TRÊS ESPÉCIES DE EUCALIPTO PARA A INDÚSTRIA MOVELEIRA. Ciênc. Florest. [online]. 2011, vol.21, n.2, pp.315-322. ISSN 1980-5098.  https://doi.org/10.5902/198050983235.

A utilização da madeira de árvores de espécies de reflorestamento pela indústria moveleira tem apresentado tendência de crescimento nos últimos anos. Nesse sentido, no presente trabalho foram determinadas a massa específica básica e variação dimensional da madeira de árvores de Eucalyptus grandis, Eucalyptus dunnii e Eucalyptus urophylla, de 18 anos, para a aplicação como componentes de madeira maciça em movelaria. Os ensaios laboratoriais para a avaliação da massa específica básica e da variação dimensional da madeira nos sentidos radial e longitudinal do tronco das árvores de eucaliptos foram realizados de acordo com a NBR 7190/96. Os resultados da análise da madeira das espécies de eucalipto foram submetidos ao Teste de Homogeneidade, Análise de Variância, Teste de Tukey e Correlação de Pearson e comparados com o desempenho da madeira de sucupira (Bowdichia nitida) e de cumaru (Dipteryx odorata) utilizadas na indústria moveleira. Verificou-se para a madeira de Eucalyptus grandis menor valor de variação dimensional, sendo a mais indicada para componentes de móveis que exigem elevada estabilidade dimensional, além de peças de maior superfície. A madeira dessa espécie apresentou índice de variação dimensional compatível com o de espécies nativas utilizadas na indústria moveleira. Verificou-se, ainda, variação radial das propriedades da madeira, com alta correlação entre a massa específica básica e a variação dimensional. No sentido longitudinal, a base do tronco das árvores de eucalipto mostrou-se com a região de madeira de maior estabilidade dimensional.

Palavras-chave : eucalipto; massa específica básica; retratibilidade; movelaria.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )