SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.5 issue2Prospective memory in Alzheimer's disease and Mild Cognitive ImpairmentPerformance of Brazilian children on phonemic and semantic verbal fluency tasks author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Dementia & Neuropsychologia

Print version ISSN 1980-5764

Abstract

BALTHAZAR, Marcio L.F. et al. Correlatos neurais da memória lexical-semântica: um estudo de morfometria baseada em voxel na doença de Alzheimer, comprometimento cognitivo leve amnéstico e envelhecimento normal. Dement. neuropsychol. [online]. 2011, vol.5, n.2, pp.69-77. ISSN 1980-5764.  https://doi.org/10.1590/S1980-57642011DN05020003.

As correlações neuroanatômicas de nomeação e memória lexical-semântica não são totalmente entendidas. As abordagens mais influentes compartilham a idéia de que representações refletem a maneira na qual a informação foi adquirida por meio da percepção e ação e que cada área do cérebro processa diferentes modalidades de representações semânticas. Apesar destas diferenças anatômicas no processamento semântico, a generalização de diferentes aspectos que tem significância semântica análoga é uma das principais características da cognição humana.

Métodos:

Nós avaliamos as regiões cerebrais relacionadas à nomeação e à generalização semântica de desenhos de objetos visualmente apresentados do Teste de Nomeação de Boston (TNB), que compreende diferentes categorias, como animais, vegetais, utensílios, comida e móveis. Para criar um modelo de método de lesão, nós investigamos uma amostra de 48 pessoas que demonstraram um declínio contínuo em funções cognitivas, incluindo habilidades de nomeação e em densidade de substância cinzenta (DSC) em relação a adultos jovens: envelhecimento normal, comprometimento cognitivo leve amnéstico (CCLa) e doença de Alzheimer (DA). Nós correlacionamos seus erros semânticos no TNB, assim como seus desempenhos de nomeação, com a DSC de todo o cérebro que foi medido por morfometria baseada em vóxel (MBV).

Resultados:

As áreas que mais se relacionaram à nomeação e aos erros semânticos foram as estruturas mediais temporais, tálamo, giro temporal superior e inferior, especialmente em suas partes anteriores e os córtices pré-frontais (giro frontal inferior e superior).

Conclusão:

Discutimos o provável papel de cada uma dessas áreas na rede lexical-semântica e sua contribuição para os modelos de organização semântica.

Keywords : memória semântica; nomeação; morfometria baseada em voxel; doença de Alzheimer; comprometimento cognitivo leve..

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )