SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue2Factors associated with morphometric brain changes in cognitively normal agingBrazilian preliminary norms and investigation of age and education effects on the Modified Wisconsin Card Sorting Test, Stroop Color and Word test and Digit Span test in adults author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Dementia & Neuropsychologia

Print version ISSN 1980-5764

Abstract

BRIGOLA, Allan Gustavo et al. Relação entre cognição e fragilidade em idosos: uma revisão sistemática. Dement. neuropsychol. [online]. 2015, vol.9, n.2, pp.110-119. ISSN 1980-5764.  https://doi.org/10.1590/1980-57642015DN92000005.

OBJETIVO:

Este estudo objetivou analisar a relação entre cognição e fragilidade em pessoas idosas.

MÉTODOS:

Realizou-se uma revisão sistemática da literatura sobre o assunto. A estratégia de busca incluiu as bases LILACS, SCOPUS, SciELO, PsycINFO, PubMed e Web of Science.

RESULTADOS:

Foram selecionados 19 estudos para revisão. Dos estudos, 10 (52,6%) eram transversais e 9 (47,4%) longitudinais, sendo a maioria brasileiros. Todos os estudos estabeleceram relação entre cognição e fragilidade. Componentes da fragilidade e os domínios cognitivos apresentaram-se relacionados. Risco de Comprometimento Cognitivo Leve (CCL), demência e mortalidade foi evidenciado a partir da relação entre fragilidade e alterações cognitivas.

CONCLUSÃO:

A literatura continua limitada, mas os resultados mostram as variáveis que parecem estar relacionadas à cognição e fragilidade em pessoas idosas. Esses dados poderão auxiliar na implantação de ações para melhorar a qualidade de vida desses idosos.

Keywords : cognição; idoso fragilizado; saúde do idoso; demência.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )