SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número1Potencial toxicológico de metais presentes em solos de cemitérios de Santa Maria - RSÍndices de qualidade da água e de estado trófico do rio Caiabi, MT índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Ambiente & Água

versão On-line ISSN 1980-993X

Resumo

LOYO, Rodrigo Moraes  e  BARBOSA, Constança Simões. Bioindicadores para avaliação do risco potencial de transmissão da esquistossomose no açude Apipucos, Pernambuco. Rev. Ambient. Água [online]. 2016, vol.11, n.1, pp.156-161. ISSN 1980-993X.  http://dx.doi.org/10.4136/ambi-agua.1756.

Em Pernambuco, a esquistossomose é endêmica na zona rural e inúmeros focos estão sendo detectados em localidades urbanas. Este artigo aferiu o risco para transmissão da esquistossomose em ambiente aquático urbano por meio de bioindicadores e biologia molecular. No Açude de Apipucos (bairro da região metropolitana do Recife) foram coletados caramujos vetores da esquistossomose em pontos com poluição fecal. Os Biomphalaria foram examinados por técnica molecular para detectar DNA de S. mansoni. Os coliformes fecais foram identificados por reação cromogênica. Os pontos de coleta foram georreferenciados e os resultados analisados com auxílio do aplicativo ArcGis. Foram coletados 77 B. straminea, 56 negativos e 21 positivos para S. mansoni. Coliformes fecais foram detectados em todas estações de coleta. O mapa de densidade Kernel mostrou o potencial do risco de transmissão da esquistossomose em ambiente aquático situado em bairro nobre da cidade.

Palavras-chave : indicadores ambientais; geoprocessamento para o ambiente; poluição; resíduos urbanos; saúde pública..

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )