SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22Tratamento de bagaço de cana-de-açúcar para imobilização de β-glucosidase de soja e aplicação em isoflavonas de sojaCinética de secagem e propriedades de transferência de massa para a secagem da flor de cardo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Food Technology

versão On-line ISSN 1981-6723

Resumo

NEGRI, Giuseppina et al. Cardanols detectados nos extratos apolares da própolis de Scaptotrigona aff. postica (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). Braz. J. Food Technol. [online]. 2019, vol.22, e2018265.  Epub 17-Out-2019. ISSN 1981-6723.  https://doi.org/10.1590/1981-6723.26518.

A própolis elaborada pelas abelhas sem ferrão (Apidae, Meliponini) é um material resinoso extraído de brotos, folhas e exsudatos de plantas, que são misturados com secreções salivares, cera e solo. A espécie Scaptotrigona aff. postica (Latreille, 1807), (Hymenoptera, Apidae, Meliponini), popularmente conhecida como “tubi”, no estado do Maranhão, não mistura solo na produção da própolis. A própolis de S. postica coletada no município de Barra do Corda, estado do Maranhão, é usada popularmente no tratamento de feridas e doenças respiratórias. O extrato hidroalcoólico desta própolis é rico em flavonas-6,8- C -glicosídeos (vicenina e schaftosídeo), alcaloides pirrolizidínicos, catequinas e ácidos cafeoilquínicos, e mostrou atividade antiviral contra os vírus do herpes e da rubéola. O objetivo deste estudo foi ampliar o conhecimento sobre a composição química da própolis de S. postica, analisando os extratos apolares obtidos usando hexano e clorofórmio como solventes, por cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massas. Os 15 constituintes detectados foram identificados comparando os seus respectivos espectros de massas com espectros de massas compilados nas bases de dados NIST e reportados na literatura. Os principais constituintes encontrados foram os lipídios fenólicos, conhecidos como cardanóis, 3-(4,7-heptadecadienil) fenol (5), 3-(10-heptadecenil) fenol (7), 3-heptadecilfenol (9) e 3-pentadecilfenol ou hidrocarbônico (13), que predominaram no extrato hexânico, enquanto que, no extrato clorofórmico, os constituintes predominantes foram 3-pentadecilfenol ou hidrocarbônico (13) e 3-(8-pentadecenil) fenol (12). As atividades antioxidante, antitumoral, citotóxica, antiproliferativa e larvicida dos cardanóis foram demonstradas através de vários estudos.

Palavras-chave : Análise química; Própolis de abelhas sem ferrão; CG-EM; 3-pentadecilfenol; 3-(10-heptadecenil) fenol; Atividade farmacológica.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )