SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 issue3The unpublished 1719 Report of Jacinto de Carvalho on Amazonian ethnographyReflections on hydroelectric dams in the Amazon: water, energy and development author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas

Print version ISSN 1981-8122

Abstract

PINTO, Lúcio Flávio. De Tucuruí a Belo Monte: a história avança mesmo?. Bol. Mus. Para. Emílio Goeldi. Ciênc. hum. [online]. 2012, vol.7, n.3, pp.777-782. ISSN 1981-8122.  https://doi.org/10.1590/S1981-81222012000300010.

O ensaio reflete sobre a construção da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, no rio Tocantins, Pará, e a compara com a usina de Belo Monte, atualmente sendo erguida no rio Xingu. A primeira foi planejada e construída durante a ditadura militar no Brasil (1964-1985) e a segunda, em período considerado democrático. O autor critica a falta de transparência e os indícios de corrupção na história de Tucuruí, problemas que parecem se repetir com Belo Monte, trinta anos depois. Conclui que o governo federal, responsável por ambas as obras, continua a desconsiderar os efeitos perversos dos grandes projetos de infraestrutura na Amazônia.

Keywords : Tucuruí; Rio Tocantins; Belo Monte; Rio Xingu; Usinas hidrelétricas; Energia elétrica.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License