SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número1TEORES DE NUTRIENTES EM GIRASSOL IRRIGADO COM ÁGUA DA INDÚSTRIA DE PETRÓLEOSUBSTRATOS E TEMPERATURAS PARA GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE Senegalia tenuifolia (L.) BRITTON & ROSE índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Caatinga

versão impressa ISSN 0100-316Xversão On-line ISSN 1983-2125

Resumo

OLIVEIRA, RONALDO SIMÃO DE et al. DIVERSIDADE GENÉTICA EM ACESSOS DE Stylosanthes spp. UTILIZANDO DESCRITORES MORFOAGRONÔMICOS. Rev. Caatinga [online]. 2016, vol.29, n.1, pp.101-112. ISSN 1983-2125.  https://doi.org/10.1590/1983-21252016v29n112rc.

A grande diversidade de plantas do Semiárido representa um recurso natural vital para as populações humanas dessa região. Muitas dessas plantas são exploradas de forma extrativista e entre elas, as espécies do gênero Stylosanthes, que são nativas tem grande potencial, porém, os trabalhos realizados têm sido modestos e pouco se conhece a respeito da variabilidade existente nessas plantas. Por isso, esforços devem ser priorizados no sentido de estudá-las, o que certamente poderá ajudar a criar formas para o desenvolvimento de cultivares e, assim, amenizar a escassez de forragem nessa região. Entretanto, para iniciar trabalhos de melhoramento, primeiro deve-se buscar variabilidade genética. Assim, este trabalho avaliou 25 acessos de Stylosanthes spp., a fim de identificar os melhores para serem genitores no programa de melhoramento genético para o Semiárido baiano. Para isso, foram conduzidos dois experimentos em diferentes locais no delineamento blocos casualizados completos com quatro repetições num espaçamento 3,0 × 0,8 m. Foi constatada grande diversidade genética entre os acessos, sendo que os genótipos BGF 08-007, BGF 08-016, BGF 08-015 e BGF 08-021, mostraram-se como os mais divergentes na avaliação geral. Para a formação de populações segregantes, recomenda-se combinar os genótipos BGF 08-016, BGF 08-015, BGF 08-007 e BGF 08-006, e para cruzamentos interespecíficos recomenda-se hibridar o acesso BGF-024 com os acessos BGF 08-016 e BGF 08-015, possibilitando o surgimento de indivíduos superiores para os descritores de massa, os mais importantes para o melhoramento visando alimentação animal.

Palavras-chave : Semiárido; Forrageiras nativas; Descritores morfológicos..

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )