SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número2TROCAS GASOSAS E EFICIÊNCIA FOTOQUÍMICA DE GENÓTIPOS DE FAVA CULTIVADOS EM SOLO COMPACTADOGESSO E FÓSFORO NA MELHORIA DOS ATRIBUTOS BIOMÉTRICOS E NUTRICIONAIS DA SUCESSÃO SOJA/MILHO SAFRINHA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Caatinga

versão impressa ISSN 0100-316Xversão On-line ISSN 1983-2125

Resumo

LEITE, MARIA CAMILA DE BARROS SILVA et al. Bioprospecção e diversidade genética de bactérias endofíticas associadas a plantas de mandioca. Rev. Caatinga [online]. 2018, vol.31, n.2, pp.315-325. ISSN 1983-2125.  https://doi.org/10.1590/1983-21252018v31n207rc.

A mandioca é, geralmente, plantada em solos arenosos e de baixa fertilidade, tornando eminente a necessidade da mesma em realizar associações benéficas com micro-organismos que possam auxiliar seu crescimento. Nessa ótica, é evidente a possibilidade de seleção de isolados bacterianos eficientes em promover o crescimento da cultura, os quais podem fornecer subsídios para futuros inoculantes. O objetivo deste trabalho foi isolar, identificar, selecionar e avaliar a diversidade genética de bactérias endofíticas de raízes e caules de mandioca, cultivada em Garanhuns - PE, com características envolvidas na promoção de crescimento vegetal. O isolamento foi realizado em meio de cultura semissólido LGI-P. Os isolados selecionados foram avaliados quanto ao potencial de fixar N2, quanto à capacidade de produzir ácido indol acético, quanto à capacidade de solubilizar fosfato inorgânico e produzir exopolissacarídeos. Alguns isolados bacterianos tiveram o gene 16S rRNA sequenciados pelo método de Sanger. No total, foram obtidos 52 isolados de bactérias endofíticas de mandioca. Em relação ao potencial para fixar N2, 15% dos isolados foram positivos. Quanto à produção de AIA, 78% dos isolados produziram este fitohormônio em meio com o acréscimo de L-triptofano. Cerca de 31% dos isolados foram capazes de solubilizar fosfato inorgânico e 60% apresentaram produção de exopolissacarídeos. A identificação de 19 isolados possibilitou o agrupamento em seis gêneros bacterianos, sendo eles: Achromobacter, Bacillus, Burkholderia, Enterobacter, Pantoea e Pseudomonas. Plantas de mandioca cultivadas em Garanhuns - PE apresentam interação com diferentes grupos de bactérias endofíticas e há grupos bacterianos com diversas características envolvidas na promoção de crescimento vegetal.

Palavras-chave : 16S rRNA; Exopolissacarídeo; Ácido indo acético; Fixação biológica de nitrogênio; Solubilização de P.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )