SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número1A produção de subjetividades no contexto do capitalismo contemporâneo: Guattari e NegriAprendiz circense e contemplador: olhares que dialogam entre a incompletude e o acabamento índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Fractal: Revista de Psicologia

versão On-line ISSN 1984-0292

Resumo

NAPUTANO, Marcelo  e  JUSTO, José Sterza. Budapeste, de Chico Buarque, na narrativa da psicologia social construcionista. Fractal, Rev. Psicol. [online]. 2016, vol.28, n.1, pp.127-133. ISSN 1984-0292.  https://doi.org/10.1590/1984-0292/1029.

Este trabalho apresenta uma leitura do livro Budapeste, de Chico Buarque de Hollanda, baseada na psicologia social construcionista. Partindo de considerações sobre a história narrada e seus protagonistas, sobre autoria, narrativa, obra, identidade, língua e linguagem, procuramos evidenciar em Budapeste alguns fundamentos do construcionismo social tais como a importância da linguagem e de práticas discursivas na construção social de si e dos outros. Como principal resultado surge um intertexto criado no encontro de narrativas de duas línguas: a da literatura e a da ciência; muitas vezes tão estranhas entre si como o húngaro e o português.

Palavras-chave : literatura; construcionismo social; narrativa; produção de significado.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )