SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número especialLAZER E TRABALHO NO ESPAÇO URBANO-METROPOLITANO CONTEMPORÂNEOA HIPÉRBOLE MERCANTIL DA EXPANSÃO URBANA E SUAS IMPLICAÇÕES AMBIENTAIS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Mercator (Fortaleza)

versão On-line ISSN 1984-2201

Resumo

LENCIONI, Sandra. METRÓPOLE E SUA LÓGICA CAPITALISTA ATUAL FACE AO REGIME DE ACUMULAÇÃO PATRIMONIAL. Mercator (Fortaleza) [online]. 2015, vol.14, n.spe, pp.149-158. ISSN 1984-2201.  https://doi.org/10.4215/RM2015.1404.0011.

A metrópole atual se desenvolve sob a o domínio do capital financeiro, que em relação estreita com o setor imobiliário se colocam hegemônicos sob as demais formas de capital. Essa é a grande mudança, que caracteriza o momento de desenvolvimento capitalista que Aglietta (1988) denominou de regime de acumulação patrimonial. Nesse regime de acumulação o processo de valorização do capital se faz acompanhar, de maneira expressiva, do processo de capitalização. Dada a esse último processo o capital financeiro se avoluma, mas se trata de uma forma fictícia de valorização, porque se dá fora do processo de produção; por isso ele é chamado de capitalização. Sob o império das rendas (financeira e imobiliária) a metrópole se desenvolve, se desconstrói, se constrói e se reconstrói sobre si mesma expandindo-se, de forma difusa, por um extenso território.

Palavras-chave : Regime de acumulação patrimonial; Capital financeiro; Setor imobiliário; Renda; Finanças..

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )