SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.50 número4Safety assessment of cosmetic products, with emphasis on the ocular area: regulatory aspects and validation processesCarboplatin: molecular mechanisms of action associated with chemoresistance índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences

versão impressa ISSN 1984-8250versão On-line ISSN 2175-9790

Resumo

MARTINS, Luana Mota et al. Obesity, inflammation, and insulin resistance. Braz. J. Pharm. Sci. [online]. 2014, vol.50, n.4, pp.677-692. ISSN 2175-9790.  http://dx.doi.org/10.1590/S1984-82502014000400003.

O tecido adiposo branco (WAT) é considerado um órgão endócrino, que, em excesso, é capaz de controlar o metabolismo, pela ação de moléculas biologicamente ativas. A produção desregulada destas substâncias pela disfunção do tecido adiposo pode contribuir para as complicações presentes na obesidade. As pesquisas atuais têm esclarecido fatores e mecanismos envolvidos na atuação de substâncias pró e anti-inflamatórias na modulação da inflamação e da resistência à insulina. Em indivíduos obesos, as moléculas pró-inflamatórias produzidas pelo tecido adiposo têm sido implicadas como fator contribuinte para o desenvolvimento da resistência à insulina e aumento do risco de doença cardiovascular. Por outro lado, as moléculas com ação anti-inflamatória, que atuam na melhora da sensibilidade à insulina, têm sua produção reduzida. O desequilíbrio entre essas substâncias contribui de forma significativa para as desordens metabólicas presente em indivíduos obesos. Assim, esta revisão visa a trazer informações atualizadas sobre a atuação de moléculas secretadas pelo tecido adiposo.

Palavras-chave : Obesidade; Inflamação; Tecido adiposo; Adipocinas; Resistência à insulina.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )