SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.50 número4Physico-chemical and structural characterization of mucilage isolated from seeds of Diospyros melonoxylon Roxb.Cross-sectional study of the dispensation of synthetic anorectic drugs in community pharmacies in the city of Cruz Alta - State of Rio Grande do Sul índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences

versão impressa ISSN 1984-8250versão On-line ISSN 2175-9790

Resumo

PINTO, Juliana Tensol et al. Pharmacological activity of the hydroalcoholic extract from Hovenia dulcis thunberg fruit and the flavonoid dihydromyricetin during hypercholesterolemia induced in rats. Braz. J. Pharm. Sci. [online]. 2014, vol.50, n.4, pp.727-735. ISSN 2175-9790.  https://doi.org/10.1590/S1984-82502014000400007.

No Brasil, o acidente vascular cerebral e a doença arterial coronariana constituem as principais causas de mortalidade cardiovascular, sendo os altos níveis de colesterol LDL um dos principais fatores de risco. Nesse contexto, diversos extratos vegetais e substâncias naturais isoladas têm se mostrado promissoras como hipocolesterolemiantes. O objetivo do trabalho foi avaliar o potencial do extrato hidroalcoólico dos frutos de Hovenia dulcise do flavonóide diidromiricetina na redução do colesterol em ratos hipercolesterolêmicos. Quarenta e dois ratos Wistar machos, foram distribuídos em 7 grupos de 6 animais, que receberam dieta suplementada com 1% de colesterol e 0,3% de ácido cólico, à exceção do grupo controle, que recebeu ração convencional. Posteriormente, os animais foram tratados com suspensões orais contendo: atorvastatina 1,0 mg/kg; extrato de H. dulcisde 50,0 e 100,0 mg/kg; diidromiricetina de 25,0 e 50,0 mg/kg e veículo (grupo controle). Avaliaram-se os parâmetros bioquímicos: colesterol total, HDL-C, LDL-C, triglicérides, AST, ALT e fosfatase alcalina. A dieta hipercolesterolêmica foi efetiva na indução da hipercolesterolemia, aumentando o colesterol total em 112,7% em relação ao controle. Os tratamentos com as duas doses do extrato mostraram-se promissores como agentes hipocolesterolemiantes, já que foram capazes de reduzir substancialmente o colesterol total e LDL-C, sem alterar significativamente triglicérides, as transaminases hepáticas e a fosfatase alcalina, incentivando, assim, a continuidade de estudos com a planta H. dulcis. Já os grupos tratados com o flavonóide diidromiricetina, apesar de apresentarem redução significativa do colesterol total e de LDL-C, apresentaram elevações nos triglicérides e nos parâmetros hepáticos, resultado indesejável no âmbito das hipercolesterolemias.

Palavras-chave : Hovenia dulcis/farmacognosia; Hovenia dulcis/extrato hidroalcoólico/redução do colesterol; Hovenia dulcis/flavonóide diidromiricetina/redução do colesterol; Diidromiricetina/redução do colesterol; Hipercolesterolemia/estudo experimental; Plantas medicinais.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )