SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.4 número1Transporte público em uma pequena ilha de um país em desenvolvimentoAbordagens de governança em áreas metropolitanas da América Latina: avanços e entraves índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana

versão On-line ISSN 2175-3369

Resumo

TOLY, Noah; BOUTELIGIER, Sofie; SMITH, Graham  e  GIBSON, Ben. Cidades americanas, redes globais: mapeando as múltiplas geografias da globalização nas Américas. urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2012, vol.4, n.1, pp.73-86. ISSN 2175-3369.  https://doi.org/10.1590/S2175-33692012000100006.

O mapeamento de firmas de produção avançada e empresas de serviços financeiros em cidades globais proporciona um aumento na compreensão do papel das cidades na governança global, a presença e a influência das cidades na estrutura mutante da economia política global, e o papel da globalização na formação do cenário de governança local e regional. A literatura que surgiu a partir de tais estudos também enfatizou: 1) aumento dos níveis de desigualdade em cidades globais e 2) subsequente concorrência sobre os resultados locais da globalização, buscando outras formas de medir e articular o surgimento de cidades globalizantes. A análise de estratégias de localização em outros setores pode corroborar essas questões. Este artigo estende a metodologia comum da literatura sobre cidades globais para mapear escritórios de organizações não governamentais (ONGs) e empresas de energia nas Américas, com foco na convergência e divergência dessas redes com as de firmas de produção avançada e empresas de serviços financeiros. O mapeamento dos três setores pode revelar múltiplas geografias da globalização nas Américas. O fato de as cidades da globalização tornarem-se os centros do capital mundial integrado, da pobreza radical, e da injustiça ambiental, exige que os estudos sobre a pobreza nas Américas levem a sério os centros urbanos que se caracterizam cada vez mais como nós dos fluxos econômicos e ideológicos. As estratégias de localização urbana de produção avançada e serviços financeiros, ONGs, e empresas globais de energia devem ser entendidas a fim de serem mais relacionadas com questões de desigualdade nas cidades americanas.

Palavras-chave : Globalização; Cidades; Governança; Américas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons