SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.6 número2Justiça social e a cidade "verde"Integrando o planejamento de transporte e de uso do solo em escala metropolitana na América do Norte: governança multinível em Toronto e Chicago índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana

versão On-line ISSN 2175-3369

Resumo

BEERMANN, Jan. Parcerias urbanas no desenvolvimento de baixo carbono: oportunidades e desafios de uma tendência emergente na Política Climática Global. urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2014, vol.6, n.2, pp.170-183. ISSN 2175-3369.  http://dx.doi.org/10.7213/urbe.06.002.SE03.

Este estudo explora as relações entre duas tendências recentes em governança climática global. A primeira delas se refere à crescente atenção concedida às cidades na governança multinível das mudanças climáticas. Enquanto as negociações internacionais de mudanças climáticas geralmente terminam em impasses, muitos centros urbanos ao redor do mundo estão se destacando. Cidades industrializadas do hemisfério norte bem como um número crescente de cidades de economias emergentes do hemisfério sul estão experimentando reduções de sua pegada local de carbono por meio de programas inovadores e ambiciosos. Uma segunda tendência é a crescente cooperação norte-sul na área de desenvolvimento de baixo carbono. Essas cooperações se estruturam sob diversas formas, tal como cidades irmãs, redes transnacionais de municípios e cooperação para o desenvolvimento translocal. São objetivos centrais dessas iniciativas o desenvolvimento conjunto de projetos e trocas de conhecimento com vistas a fomentar alternativas de desenvolvimento de baixo carbono. Este estudo analisa as condições de sucesso e fracasso em determinadas parcerias de baixo carbono entre Alemanha e Índia, focando particularmente nos arranjos institucionais. Com base em evidências de três iniciativas, advoga-se que uma cooperação translocal bem-sucedida depende em grande parte da relação entre os formatos institucionais e o desenvolvimento de capital social. A partir desses resultados, o artigo discute quais lições podem ser aprendidas da emergente cooperação norte-sul para o futuro desenvolvimento da governança climática global.

Palavras-chave : Governança climática global; Transferência de conhecimento; Cooperação norte-sul; Desenvolvimento de baixo carbono; Capital social.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons