SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número3Validity of the Psychosocial Impact of Dental Aesthetics Questionnaire for use on Brazilian adolescentsBilateral en-masse distalization of maxillary posterior teeth with skeletal anchorage: a case report índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Dental Press Journal of Orthodontics

versão impressa ISSN 2176-9451versão On-line ISSN 2177-6709

Resumo

KHOJA, Aisha; FIDA, Mubassar  e  SHAIKH, Attiya. Cephalometric evaluation of the effects of the Twin Block appliance in subjects with Class II, Division 1 malocclusion amongst different cervical vertebral maturation stages. Dental Press J. Orthod. [online]. 2016, vol.21, n.3, pp.73-84. ISSN 2177-6709.  https://doi.org/10.1590/2177-6709.21.3.073-084.oar.

Objetivo:

avaliar as alterações em variáveis cefalométricas esqueléticas, dentoalveolares e do perfil tegumentar, induzidas pelo aparelho Twin Block de Clark (TBC), em pacientes com má oclusão de Classe II, divisão 1, e comparar as alterações nos diferentes estágios de maturação das vértebras cervicais.

Métodos:

telerradiografias laterais pré- e pós-tratamento de 53 pacientes com má oclusão de Classe II, divisão 1, foram comparadas às telerradiografias de 60 pacientes controle, para avaliar as alterações esqueléticas, dentoalveolares e no perfil tegumentar. A maturação esquelética foi avaliada de acordo com os estágios de maturação das vértebras cervicais. As alterações médias e as diferenças entre o pré- e o pós-tratamento (T2 - T1) foram comparadas por meio do teste de postos sinalizados de Wilcoxon e do teste U de Mann-Whitney, respectivamente. Foram realizadas comparações intergrupos para os diferentes estágios de maturação das vértebras cervicais, por meio do teste de Kruskal-Wallis e teste U de Mann-Whitney (p ≤ 0,05).

Resultados:

em comparação aos pacientes do grupo controle, constatou-se que houve uma redução significativa do ângulo ANB (p < 0,001), em virtude de alterações no ângulo SNB nos estágios CS2 e CS3 (p < 0,001), e nos ângulos SNA (p < 0,001) e SNB (p = 0,016) no estágio CS4. Houve um aumento significativo do ângulo GoGn-SN nos estágios CS2 (p = 0,007) e CS4 (p = 0,024), e um aumento em Co-Gn e Go-Gn em todos os estágios de maturação das vértebras cervicais (p < 0,05). Houve redução significativa em U1-SN e um aumento do IMPA em todos os estágios de maturação das vértebras cervicais (p < 0,05). Houve retração significativa do lábio superior em CS3 (p = 0,001), protrusão do lábio inferior em CS2 (p = 0,005), aumento do ângulo nasolabial em CS4 (p = 0,006) e do ângulo Z em CS3 (p = 0,016), além de redução do ângulo H em CS2 (p = 0,013) e CS3 (p = 0,002). Quando as diferenças médias entre pré- e pós-tratamento foram comparadas entre os diferentes estágios de maturação das vértebras cervicais, foram identificadas diferenças significativas para os ângulos SNA, SNB e UI-SN, assim como para o overjet.

Conclusões:

o uso do aparelho Twin-Block, associado ao crescimento craniofacial normal, melhora a estética facial em pacientes com má oclusão de Classe II, divisão 1, por meio de alterações nas estruturas esqueléticas e dentoalveolares subjacentes. Esse crescimento mandibular mais favorável pode ocorrer durante qualquer um dos estágios de maturação das vértebras cervicais, com um efeito mais acentuado durante o estágio CS3.

Palavras-chave : Twin Block; Má oclusão de Classe II, divisão 1; Maturação das vértebras cervicais.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )