SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número1Témitas associados à degradação de cinco espécies florestais em campo de apodrecimentoCaracterização físico-mecânica e anatômica da madeira de Eucalyptus resinifera com 26 anos de idade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Floresta e Ambiente

versão On-line ISSN 2179-8087

Resumo

ZANUNCIO, Antônio José Vinha; FARIAS, Elias de Sá  e  SILVEIRA, Teodorico Alves da. Termorretificação e colorimetria da madeira de Eucalyptus grandis. Floresta Ambient. [online]. 2014, vol.21, n.1, pp.85-90.  Epub 11-Fev-2014. ISSN 2179-8087.  https://doi.org/10.4322/floram.2014.005.

A termorretificação pode ser utilizada na alteração da cor da madeira, tornado-a semelhante às madeiras tropicais de maior valor agregado. O objetivo deste trabalho foi avaliar as alterações colorimétricas na madeira de Eucalyptus grandis submetida a 140, 170, 200 e 230 °C, por três, cinco e sete horas. Corpos de prova de 2 × 2 × 2 cm foram secos em estufa e termorretificados para avaliação de claridade (L), matriz vermelho (a*), matriz amarelo (b*), saturação (C) e ângulo de tinta (H). A claridade (L*) reduziu-se a partir de 140 °C; a matriz vermelho (a*), a partir de 140 °C por cinco horas; a matriz amarelo (b*), a saturação e o ângulo de tinta reduziram-se a partir de 170 °C. A temperatura se mostrou mais efetiva na alteração da cor do que o tempo. A termorretificação escureceu a madeira e pode ser uma alternativa para ampliação do uso do material.

Palavras-chave : ângulo de tinta; claridade; eucalipto; tratamento térmico.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons