SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.45 número1Phacus multifacies sp. nov., uma nova Euglenophyceae do Estado do Rio Grande do Sul, Sul do Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Hoehnea

versão impressa ISSN 0073-2877versão On-line ISSN 2236-8906

Resumo

LUCHETA, Fabiane et al. Estudo fitossociológico de um remanescente da floresta ribeirinha do rio Taquari, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Hoehnea [online]. 2018, vol.45, n.1, pp.149-158. ISSN 2236-8906.  https://doi.org/10.1590/2236-8906-79/2017.

Com o objetivo de caracterizar a estrutura da comunidade arbórea de um remanescente de floresta ribeirinha do rio Taquari, foram estabelecidas 42 unidades amostrais de 100 m2 (10 × 10 m) e calculados os parâmetros fitossociológicos e índices de diversidade de Shannon (H') e Equabilidade de Pielou (J). Foram amostradas 39 espécies, 21 famílias, 2,83 para H' e 0,77 para J. Dentre as espécies Callisthene inundata O.L. Bueno, A.D. Nilson & R.G. Magalh. é endêmica, estando, junto com Picrasma crenata (Vell.) Engl., na lista das espécies ameaçadas de extinção. A densidade encontrada foi de 1.557,14 ind. ha-1. Luehea divaricata Mart. e Lonchocarpus nitidus Benth. apresentaram os maiores índices de valores de importância. Além de contribuir para o conhecimento da distribuição das espécies e estrutura da comunidade, este estudo alerta para a necessidade de conservação dos remanescentes florestais nativos existentes.

Palavras-chave : bacia hidrográfica do rio Taquari-Antas; comunidade arbórea; espécies endêmicas; espécies exóticas invasoras; vegetação ripária.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )