SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número2O prejuízo no funcionamento psicossocial de pacientes com diferentes subtipos de transtorno alimentarPerfil epidemiológico do suicídio na Região Carbonífera Catarinense de 1980 a 2007 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Trends in Psychiatry and Psychotherapy

versão impressa ISSN 2237-6089

Resumo

FERRARI, Elisa Pinheiro; PETROSKI, Edio Luiz  e  SILVA, Diego Augusto Santos. Prevalência de insatisfação com a imagem corporal e fatores associados em universitários de educação física. Trends Psychiatry Psychother. [online]. 2013, vol.35, n.2, pp.119-127. ISSN 2237-6089.  http://dx.doi.org/10.1590/S2237-60892013000200005.

OBJETIVO: Verificar a prevalência e os fatores associados à insatisfação com a imagem corporal em universitários de educação física de uma universidade pública federal. MÉTODOS: Foram avaliados 236 universitários. Foram mensurados a percepção da imagem corporal (escala de silhueta), variáveis sociodemográficas (sexo, idade, escolaridade dos pais, estado civil, curso universitário, trabalho, moradia, turno de estudo e renda), nível de atividade física (Questionário Internacional de Atividade Física - Versão Curta), hábitos alimentares, uso de tabaco, consumo excessivo de bebidas alcoólicas (questões dos domínios tabaco, álcool e drogas, e nutrição do questionário Fantástico) e estado nutricional [índice de massa corporal (IMC)]. Utilizou-se análise descritiva, o teste do qui-quadrado, o teste exato de Fisher e regressão multinomial bruta e ajustada. RESULTADOS: A prevalência de insatisfação com a imagem corporal foi de 69,5%; 44,1% eram insatisfeitos por excesso de peso. IMC ≥ 25,0 kg/m² esteve associado a insatisfação por excesso; os fatores associados à insatisfação por magreza foram sexo masculino, alimentação inadequada e tabagismo. CONCLUSÃO: Os resultados sugerem que acadêmicos do sexo feminino e com IMC ≥ 25,0 kg/m² têm mais chances de apresentar insatisfação por excesso de peso. Sexo masculino, alimentação inadequada, prática de atividade física < 739,61 min/semana e uso de tabaco foram as variáveis associadas a insatisfação por magreza.

Palavras-chave : Atividade motora; estado nutricional; estudantes; imagem corporal.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons