SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue2Phonemic verbal fluency and severity of anxiety disorders in young childrenSpontaneous seizures after ECT in a patient medicated with bupropion, sertraline and risperidone author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Trends in Psychiatry and Psychotherapy

Print version ISSN 2237-6089On-line version ISSN 2238-0019

Abstract

SILVEIRA, Ana Ligia da Silva  and  GRASSI-OLIVEIRA, Rodrigo. Validação semântica da ISPCAN Child Abuse Screening Tools (ICAST) em português brasileiro. Trends Psychiatry Psychother. [online]. 2016, vol.38, n.2, pp.105-110. ISSN 2238-0019.  http://dx.doi.org/10.1590/2237-6089-2016-0012.

Objetivo:

A Child Abuse Screening Tools (ICAST), da International Society for the Prevention of Child Abuse and Neglect (ISPCAN), é uma bateria de questionários criada pela Organização Mundial da Saúde, Nações Unidas e ISPCAN para a investigação de maus-tratos na infância. Este estudo visa traduzir, adaptar e realizar a validação semântica de todos os itens dos três questionários: ICAST-C (ICAST versão para Crianças), ICAST-R (Entrevista Retrospectiva) e ICAST-P (ICAST versão para Pais)

Métodos:

O processo de tradução e validação semântica incluiu cinco etapas metodológicas: 1) tradução; 2) retrotradução; 3) correção e adaptação semântica; 4) validação de conteúdo por profissionais especialistas na área de maus-tratos na infância; e 5) um estudo de aceitabilidade por uma amostra da população-alvo, usando uma escala de graduação verbal

Resultados:

Na avaliação pelo comitê de especialistas, houve a necessidade de adaptação de muitas palavras para a população brasileira, mantendo a equivalência conceitual e semântica. No estudo de aceitabilidade do ICAST-C, as crianças mostraram alguma dificuldade na compreensão de 7 itens (de um total de 69 questões). No ICAST-P, os pais julgaram que 5 itens não estavam claros (de um total de 57 questões). Essas dificuldades foram corrigidas e a versão brasileira do ICAST 3.0 foi concluída

Conclusões:

A bateria ICAST é uma ferramenta internacionalmente reconhecida, e o processo de tradução para o português e sua adaptação semântica foram realizados com sucesso. A versão final mostrou ser de fácil entendimento, e os resultados da validação semântica foram adequados. Essa bateria demonstrou ser útil na investigação de maus-tratos na infância.

Keywords : Abuso na infância; avaliação trauma; estresse; instrumento; infância; maus-tratos; negligência; entrevista.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )