SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número4Diferenças entre as estratégias de coping em pacientes adultos com transtorno bipolar e seus familiares em comparação com controles saudáveisAdaptação transcultural da Mind Excessively Wandering Scale para avaliação de atividade mental índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Trends in Psychiatry and Psychotherapy

versão impressa ISSN 2237-6089versão On-line ISSN 2238-0019

Resumo

MARTINI, Thais et al. Informações de saúde mental on-line: o que aprendemos com as métricas de mídias sociais na Semana de Saúde Mental do BuzzFeed. Trends Psychiatry Psychother. [online]. 2018, vol.40, n.4, pp.326-336.  Epub 23-Ago-2018. ISSN 2238-0019.  https://doi.org/10.1590/2237-6089-2018-0023.

Introdução

O número de sites com foco em conteúdo de saúde mental vem crescendo rapidamente. Considerando a necessidade crescente de acesso a informações precisas sobre tratamento em saúde mental, é importante entender a promoção dessas informações on-line.

Objetivo

Analisar as interações da Semana de Saúde Mental do BuzzFeed (BuzzFeed’s Mental Health Week – BFMHW) em seu próprio site e em plataformas de mídia social relacionadas (Facebook, Twitter e YouTube) usando métricas de entrega de informações em tópicos de saúde mental.

Métodos

Extraímos métricas de mídias sociais das 20 postagens com o maior número de interações no site da BFMHW e de 41 vídeos disponíveis na playlist da BFMHW criada pelo perfil BuzzFeed Video no YouTube. Analisamos o formato e o conteúdo usados nos métodos de publicação do BuzzFeed, bem como as seguintes métricas de mídias sociais: exposição (presença on-line, visualizações e tempo on-line), influência (curtidas) e engajamento (comentários, compartilhamentos, respostas e interações do BuzzFeed).

Resultados

A análise das variáveis revelou que o envolvimento do público está associado ao número de mídias em que o conteúdo é publicado: visualizações no YouTube e compartilhamentos no Facebook (0,71, p <0,001), interações totais no Facebook (0,66, p <0,001) e número de interações totais no BuzzFeed (0,56, p <0,001).

Conclusões

Nossos resultados sugerem que o YouTube pode ser um importante canal de informações, incluindo atividades e envolvimento em outras mídias, como o Facebook. As informações podem alcançar o público de forma mais eficaz se forem exibidas em mais de uma mídia e incluírem experiências pessoais, algum humor no conteúdo e informações detalhadas sobre o tratamento.

Palavras-chave : Saúde mental on-line; métricas de mídia social; engajamento; BuzzFeed; Semana de Saúde Mental; psiquiatria.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )