SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue3Association of sociodemographic and clinical factors with the self-image and self-esteem of individuals with intestinal stomaClinical, functional and morphologic evaluation of patients undergoing lateral sphincterotomy for chronic anal fissure treatment. Identification of factors that can interfere with fecal continence author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Journal of Coloproctology (Rio de Janeiro)

Print version ISSN 2237-9363On-line version ISSN 2317-6423

Abstract

JUCA, Mario Jorge; BANDEIRA, Bruno Carneiro; CARVALHO, Davi Silva  and  LEAL, Antenor Teixeira. Estudo comparativo das substâncias 1,2-dimetil-hidrazina e azoximetano na indução de câncer colorretal em ratos. J. Coloproctol. (Rio J.) [online]. 2014, vol.34, n.3, pp.167-173. ISSN 2317-6423.  http://dx.doi.org/10.1016/j.jcol.2014.06.003.

A carcinogênese colorretal induzida em roedores tem longa história e utiliza, atualmente, as substâncias 1,2 dimetil-hidrazina (DMH) e azoximetano (AOM).

Objetivo:

Comparar o efeito indutivo das substâncias AOM e DMH para o câncer colorretal (CCR).

Método:

30 ratos Wistar machos foram randomizados em quatro grupos. O grupo G1 foi inoculado com DMH, o grupo C1 foi seu controle; G2 recebeu o AOM e C2 foi seu controle. Os animais foram pesados semanalmente até a eutanásia, quando tiveram seus intestinos retirados, processados e analisados por um patologista experiente.

Resultados:

Os animais dos grupos de controle apresentaram tecido colorretal normal e os animais do grupo G2 apresentaram um padrão de displasia moderada. Nas lâminas do grupo G1, foram encontradas regiões de hiperplasia, displasia leve, displasia grave, e carcinoma. Comparado o custo das substâncias AOM e DMH, este último teve um preço mais de 50 vezes menor ao do AOM.

Conclusão:

AOM é capaz de promover alterações histológicas compatíveis com a carcinogênese colorretal. DMH produziu neoplasia e displasia grave e, comparada ao AOM, foi mais eficiente na indução do câncer colorretal.

Keywords : Câncer colorretal; Modelo experimental; Carcinogênese; Azoximetano; 1,2-Dimetil-hidrazina.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )